header top bar

section content

O que devo fazer quando Deus não responde minhas orações?

O programa vai ao ar todas as quintas-feiras, das 18 horas às 19 horas, na programação da TV Diário do Sertão

Por Priscila Belmont

27/04/2018 às 12h08

O programa Em Continência ao Senhor Jesus desta quinta-feira, sempre trazendo a tona temas polêmicos da bíblia desta vez enfocou, sobre o que deve ser feito quando Deus não responde as nossas orações.

Para responder essa indagação é preciso compreender esse possível “silêncio de Deus” à luz do que a Bíblia Sagrada nos ensina.

Você precisa compreender que o tempo de Deus não é igual ao nosso. O salmista em um momento de crise declara a Deus: “Deus meu, clamo de dia, e não me respondes; também de noite, porém não tenho sossego.” (Salmos 22. 2). Aparentemente o salmista passava pela mesma situação e também se sentia ansioso por uma resposta de Deus que resolvesse a sua demanda.

Porém, ele não se deixou levar por esse desânimo inicial e nem pela pressa, pois sabia quem era o Deus que o acompanhava: “Contudo, tu és santo, entronizado entre os louvores de Israel. Nossos pais confiaram em ti; confiaram, e os livraste. A ti clamaram e se livraram; confiaram em ti e não foram confundidos.” (Salmos 22.3-5). O salmista relembra quem é Deus e os Seus feitos na história para fortalecer sua fé e confiança. Devemos sempre relembrar que o nosso Deus é um Deus que agiu no passado, que age no presente e que agirá no futuro em favor de Seus servos. Ele responde nossas orações!

O programa ainda contou com a participação da Igreja Congregacional da União, na pessoa do pastor Idenildo, Ana Lúcia e Ciélio Amaro que louvaram e pregaram a palavra de Deus.

O programa faz parte do projeto da União dos Militares evangélicos da Paraíba.

PLAY DIÁRIO

DIÁRIO ESPORTIVO

VÍDEO: Na TV, dirigentes do Atlético de Cajazeiras explicam contratações fechadas e outras que ‘melaram’

NOVAS CRÍTICAS

VÍDEO: Para líder católico de Cajazeiras, o Nordeste será “um recanto esquecido” por Bolsonaro

CLIMA DE EMOÇÃO

VÍDEO: Amigos e familiares destacam o legado de Dr. Toinho durante velório do advogado em Cajazeiras

ECONOMIA

VÍDEO: Com fila zerada, Bolsa Família injeta quase R$ 2 milhões por mês em Cajazeiras, diz coordenador