header top bar

section content

VÍDEO: Sacerdote aponta local exato onde Padre Rolim foi sepultado e explica por que não fez escavação

Padre Raymundo Honório espera que a Diocese providencie escavação e apela para que as novas gerações não esqueçam a importância do fundador de Cajazeiras

Por Jocivan Pinheiro

08/02/2019 às 14h45 • atualizado em 08/02/2019 às 14h50

Padre Inácio de Souza Rolim era filho de Vital de Souza Rolim e de Ana Francisca de Albuquerque, conhecida como Mãe Aninha. Sua paixão pela educação o motivou a fundar na primitiva Cajazeiras o primeiro colégio nos sertões paraibanos.

Era um evangelizador à frente do seu tempo. Indiscutivelmente foi o Padre Rolim o grande propulsor do desenvolvimento de sua terra-natal.

Era um sábado, dia 16 de setembro de 1899, quando, aos 99 anos, Padre Rolim, o filho mais ilustre de Cajazeiras, faleceu às 20h em um quarto no prédio do colégio que ele mesmo fundou.

Seu velório durou quase três dias e os relatos históricos apontam que seu corpo foi sepultado ao lado esquerdo do altar-mor da igreja que ele construiu no início da sua vida de sacerdote, a Matriz de Nossa Senhora de Fátima.

VEJA TAMBÉMPadre Raymundo Honório revela bastidores de ‘briga’ com prefeito de Cajazeiras no caso da cerca de arame farpado na Igreja Matriz

De acordo com padre Raymundo Honório, o corpo de Padre Rolim foi sepultado do lado esquerdo de quem está no altar da Igreja Matriz Nossa Senhora de Fátima

“Eu fiz um estudo e de acordo com a dimensão da igreja, Padre Rolim deveria estar sepultado ao lado esquerdo de quem está no altar, porque nesse tempo a Matriz era menor do que hoje e só tinha um corredor do lado sul. Meu avô assistiu ao sepultamento e diz que ele foi sepultado naquele local do lado direito, porque ele não era padre, era leigo, então as duas histórias se conferem uma a outra”, explica padre Raymundo Honório, que já foi pároco da Igreja Nossa Senhora de Fátima.

Descendente direto do Padre Rolim, Padre Raymundo conta que na época em que era administrador da Paróquia Nossa Senhora de Fátima, não encomendou a escavação no local porque não tinha condições financeiras para restaurar o piso.

Padre Raymundo, descendente do Padre Rolim, pede mais atenção à história do fundador de Cajazeiras

Padre Raymundo espera que a Diocese providencie a escavação e apela para que as novas gerações não esqueçam a importância do sacerdote para o progresso do Sertão.

“Eu deveria dizer ao povo de Cajazeiras que desse mais atenção à pessoa do Padre Rolim para que ele não fosse apenas um mito, mas fosse reconhecido como um sacerdote caridoso e dedicado não só ao ensino, mas, sobretudo, à pastoral e em favor das pessoas mais pobres, como sejam os escravos”, disse.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

SONHO REALIZADO

VÍDEO/FOTOS: Prefeitura de Cajazeiras realiza sorteio de 300 apartamentos e evento é marcado pela emoção

MUITA ÁGUA!

A MAIOR DA HISTÓRIA: ruas e avenidas em Sousa viram rios após fortes chuvas durante a madrugada. Veja!

SERTÃO EM DESTAQUE

VÍDEO: Com cajazeirense na vice-presidência, Paulo Maia toma posse para comandar OAB Paraíba até 2021

MODELOS DE SUCESSO

VÍDEO: Empresários do Pará interessados em implantar TV A CABO visitam Netline e TV Diário do Sertão