header top bar

section content

VÍDEO: Médico defende exame de sangue para diagnosticar coronavírus e diz que teste IgG é um ‘absurdo’

Segundo o sanitarista, os testes que medem as taxas de proteínas no sangue não servem para a prevenção do vírus, visto que elas apenas indicam que o corpo está reagindo à doença

Por Jocivan Pinheiro

27/08/2020 às 18h15 • atualizado em 01/09/2020 às 15h45

O médico cirurgião vascular e sanitarista Dr. Venilton Holanda defendeu o exame de sangue como sendo o teste mais eficaz para diagnosticar com precisão a presença do novo coronavírus no organismo humano. Segundo ele, o teste rápido com base na IgG não é recomendável.

O sanitarista explica que ao ser infectado pelo vírus, o paciente passa a produzir anticorpos através de proteínas já existentes no próprio corpo, como é o caso das proteínas IgA, IgG e a proteína S, que são anticorpos presentes no sangue humano. Segundo ele, os testes utilizados para detectar o vírus, que medem as taxas dessas proteínas no sangue do paciente, não servem para a prevenção do vírus, visto que elas apenas indicam que o corpo do paciente está reagindo à doença.

“Quando o vírus invade seu corpo, ele produz anticorpos, que são as IgA, IgG e a proteína S, e isso significa que você está reagindo à doença. Esse teste IgG está sendo usado como diagnóstico. Isso é um absurdo, pois essas proteínas são a prova que você está sendo curado. Tem pessoas que não têm essas proteínas de defesa e é por isso que o exame de sangue é melhor do que esses testes que estão sendo usados, pois ele mede melhor as taxas de imunidade por completo”, defendeu Dr. Venilton Holanda.

VEJA TAMBÉM: Fiocruz e Anvisa definem produção da vacina contra a Covid-19 no Brasil

Segundo o médico, há também casos onde o paciente é assintomático, por isso podem espalhar o vírus sem saber que estão com ele. Dr. Venilton acredita que a utilização de medicamentos como a Ivermectina e a Hidroxicloroquina como tratamento e até como prevenção é uma ótima indicação no combate a esse vírus.

“Tem muito paciente assintomático e tem uns que não produzem as proteínas de defesa contra a doença. Se você for esperar sair um teste, talvez você morra antes do resultado. Por isso que eu digo que tomem a Ivermectina, tomem a Hidroxicloroquina, pois seu corpo reage. Para mim é preferível esses remédios do que a vacina chinesa. Já usei esses remédios contra outras doenças e deu certo. Aos primeiros sintomas, o ideal é procurar ajuda médica, pois ele é o único a dar um diagnóstico seguro”, conclui.

DIVERSÃO E APRENDIZADO

VÍDEO: Faculdade Santa Maria realiza com sucesso game ao vivo com estudantes da Paraíba e do Ceará

OPINIÃO

VÍDEO: Jornalista fala sobre a vacina do Coronavac e destaca a importância do Instituto Butantan

CUIDADO

VÍDEO: Durante novenário, em Ipaumirim, Padre pede que fiéis fiquem atentos a pandemia do coronavírus

NOVA ONDA

VÍDEO: Senador Ney Suassuna acredita que deve haver lockdown com segunda onda de Covid-19 no Brasil

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!