header top bar

section content

VÍDEO: Secretaria de Saúde da PB alerta Cajazeiras e Sousa ao pedir busca ativa de casos de tuberculose

A chefe do Núcleo de Doenças Crônicas e Negligenciadas da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Anna Stella avaliou o aumento de casos de tuberculose na Paraíba, após a divulgação do Boletim Epidemiológico Anual da Tuberculose correspondente ao ano de 2021

Por Diário

06/07/2022 às 17h25 • atualizado em 06/07/2022 às 17h30

O programa Olho Vivo da TV e Rede Diário do Sertão entrevistou a chefe do Núcleo de Doenças Crônicas e Negligenciadas da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Anna Stella que avaliou o aumento de casos de tuberculose na Paraíba, após a divulgação do Boletim Epidemiológico Anual da Tuberculose correspondente ao ano de 2021.

Anna Stella explica que a tuberculose é uma doença, que embora seja séria deve ser acompanhada pela Unidade básica de Saúde (UBS) dos respectivos municípios, centro de saúde que pode detectar e fazer um diagnóstico da enfermidade. Segundo Stella, o paciente ao procurar a Unidade Básica de Saúde, com uma tosse que dura por vários dias, e mesmo com a ação medicamentosa simples e não resolver, permanecendo por mais de 15 dias, tem grandes chances de estar com a tuberculose. Com os primeiros indícios é necessário observar quais os sintomas.

”Se houve perda de peso, se há um cansaço extremo, perda de apetite, calafrios. Tudo isso vai facilitar no diagnóstico da doença através de uma baciloscopia de escarro, exame que deve ser solicitado pela unidade até o reconhecimento ser reconhecido pela Secretaria de Estado da Saúde”, disse.

“O passo a passo, ele precisa ser notificado no sistema que é onde a gente faz todo o monitoramento, aqui pela Secretaria de Estado e consegue identificar quais são os municípios que tem casos, se esses casos chegaram à cura, se houve a questão de abandono”, avaliou.

Diagnóstico de tuberculose. Foto: Reprodução da internet

Como há um reconhecimento de casos por parte de um sistema de informação nacional oficial, a especialista destacou as regiões da Paraíba com um maior agravo. Entre elas, o Sertão, que aumenta conforme a população do município. Cajazeiras, Sousa, Patos são os que tem uma maior incidência de casos, mas adverte que se a cidade que não faz essa busca ativa desses novos casos como uma forma de rotina, principalmente sendo um estado endêmico, é identificado como uma falha.

O QUE É TUBERCULOSE?

A tuberculose é uma doença infecciosa e transmissível, causada pela bactéria Mycobacterium tuberculosis, também conhecida como bacilo de Koch. A doença afeta prioritariamente os pulmões (forma pulmonar), embora possa acometer outros órgãos e/ou sistemas.

A forma extrapulmonar, que afeta outros órgãos que não o pulmão, ocorre mais frequentemente em pessoas vivendo com HIV, especialmente aquelas com comprometimento imunológico.

DIÁRIO DO SERTÃO

ABSURDO

VÍDEO: Em 11 dias do Censo 2022 na Paraíba, recenseadores são assaltados e um dos casos é no Sertão

PARABÉNS

VÍDEO: Madeirart’s é escolhida a melhor marcenaria de Cajazeiras pela pesquisa Os Melhores do Ano

CÂMARA DE VEREADORES DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Na estreia, programa Câmara em Ação recebe Eriberto Maciel e destaca projetos e concurso

AINDA FALTA

VÍDEO: Ex-chefe da SUDEMA defende construção de terceiro eixo da transposição para o Vale do Piancó

Recomendado pelo Google: