header top bar

section content

Cantor revela motivo de ter deixado Igreja, revela que usava drogas e discorda de brigas

O cantor disse também que não concorda com o radicalismo. "O mundo tem coisas boas e Deus nos criou para aproveitá-las"

Por

29/08/2014 às 17h54

Cantor Mário Filho esteve no programa Balanço Diário com Petson Santos

O cantor Mário Filho esteve no programa Balanço Diário da TV Diário do Sertão nesta sexta-feira (29) e na ocasião revelou o motivo de ter deixado a Igreja Evangélica. Mário disse que, precisou se distanciar devido ao trabalho.

Além disso, Mário deixou entender que a Igreja é muito radical e, por, essa razão, resolveu se afastar. “A sociedade não deve ter cabeça fechada. O mundo tem coisas boas e Deus nos criou para aproveitá-las, com moderação”, disse ele.

Mário disse também que não concorda com a inimizade entre as igrejas. “Amo a Igreja Católica e a Assembleia de Deus. Amo todas as pessoas, não podemos ser inimigos de ninguém”, disse

Na Música
O cantor Mário Filho lembrou que iniciou sua carreira cantando na Igreja Católica. Em seguida, saiu cantando pela região e conseguiu fazer bastante sucesso, inclusive com uma canção no Forró Fest.

Após esse tempo, se converteu e passou um bom tempo na Igreja Evangélica onde chegou a gravar quatro CD’s.

Mário revelou que teve uma experiência com drogas, mas, que hoje só bebe água, refrigerante e café.

Atualmente sua família reside em Itaporanga, no Vale do Piancó, mas, ele continua fazendo shows pela região de Cajazeiras.

Veja Vídeo!

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
DIÁRIO ESPORTIVO

VÍDEO: Na TV, dirigentes do Atlético de Cajazeiras explicam contratações fechadas e outras que ‘melaram’

NOVAS CRÍTICAS

VÍDEO: Para líder católico de Cajazeiras, o Nordeste será “um recanto esquecido” por Bolsonaro

CLIMA DE EMOÇÃO

VÍDEO: Amigos e familiares destacam o legado de Dr. Toinho durante velório do advogado em Cajazeiras

ECONOMIA

VÍDEO: Com fila zerada, Bolsa Família injeta quase R$ 2 milhões por mês em Cajazeiras, diz coordenador