header top bar

section content

VÍDEO: médico sousense fala da hérnia inguinal que forma “caroço” na região da virilha

O médico gastroenterologista Dr. João Bosco Filho revelou que nos casos desses tipos de hérnias o melhor a se fazer é o tratamento cirúrgico

Por Campelo Sousa

09/02/2020 às 12h30 • atualizado em 09/02/2020 às 12h33

A reportagem do Diário do Sertão foi até o Hospital Santa Terezinha, localizado na cidade de Sousa, Sertão da Paraíba e conversou com o médico gastroenterologista Dr. João Bosco Filho, ele falou sobre um problema que atinge milhares de brasileiros: a hérnia inguinal.

A hérnia inguinal, também chamada “hérnia na virilha” ocorre quando os tecidos do interior do abdômen saem por um ponto fraco da parede muscular abdominal na região inguinal, formando caroços na virilha.

“Muitas vezes os pacientes relatam o surgimento desses caroços quando fazem esforços físicos, espirros, evacuação, e muitas vezes tendem a desaparecer quanto o paciente relaxa, mas isso pode levar a alguns problemas, pois, esses falhas ocasionam espaços onde as vísceras intra-abdominais, intestino delgado, grosso podem entrar nessa cavidade formada e não voltar mais, levando a um sofrimento vascular, o sangue não circula bem facilitando o apodrecimento desses tecidos, causando quadros infecciosos graves”, destacou João Bosco Filho.

VEJA TAMBÉM
Hospital Santa Terezinha realiza cirurgia de redução do estômago através de vídeo-laparoscopia

Médico fala da importância da atividade física e se inspira em colega que venceu o câncer

Os tipos de hérnias
O especialista disse ainda que existem dois tipos de hérnias inguinais que ocorrem com mais frequência: a direta e a indireta.

Tipos de hérnia inguinal

A indireta (imagem 1) se forma pela passagem da alça intestinal para o interior da bolsa que envolve o testículo através de um ponto frágil, o anel herniário.

Já a direta (imagem 2), como o próprio nome sugere, forma-se diretamente num ponto da parede abdominal enfraquecida, que se rompe, permitindo a penetração de um segmento do intestino na bolsa escrotal.

Tratamento a laser
O médico Dr. João Bosco Filho revelou que independentemente do tipo de hérnia a orientação é o tratamento cirúrgico. Esse procedimento chamado de laparoscopia a laser é feito no Hospital Santa Terezinha:

“A chance dessa hérnia voltar quando é tratada por laparoscopia é muito pequena, menor dor no pós-operatório, o paciente volta mais rápido às suas atividades de trabalho e ao convívio familiar, é algo muito animador que dá ao paciente conforto e segurança no tratamento“, finalizou.

DIÁRIO DO SERTÃO

MELHOR PARA A SOCIEDADE

VÍDEO: “De altíssima periculosidade”, diz delegado sobre três suspeitos presos em São José de Piranhas

MUNDO ANIMAL

VÍDEO: Bombeiro dá detalhes da captura do ‘Macaco Galego’ que tocou terror na região de Cajazeiras

EM CAJAZEIRAS

VÍDEO: Avanço da vacina é fundamental para retomada do pequeno negócio, avalia chefe do SEBRAE-PB

"ELE LÁ, MEU GRUPO CÁ"

VÍDEO: Carlos chama Zé Aldemir de Judas Iscariotes e diz que não estará no mesmo palanque que o prefeito

Recomendado pelo Google: