header top bar

section content

Hospital Santa Terezinha realiza cirurgia de redução do estômago através de vídeo-laparoscopia

O programa multidisciplinar realiza o tratamento da obesidade, clínico e cirúrgico no HST

Por Campelo Sousa

24/09/2019 às 17h50 • atualizado em 24/09/2019 às 17h56

Cirurgia para redução de estômago realizada no Hospital Santa Terezinha (foto: Assessoria)

O Hospital Santa Terezinha realizou na última sexta-feira(20) a cirurgia para tratamento da obesidade por vídeo-laparoscopia, conhecida como cirurgia “para redução do estômago”. Indicada para pacientes obesos, que muitas vezes sofrem com hipertensão, diabetes, apneia do sono e dores articulares, entre outros sintomas que podem levar a Infarto agudo do miocárdio, AVC e morte súbita, a cirurgia foi realizada com sucesso.

O procedimento foi feito pela equipe do próprio Hospital Santa Tereza, composta pelos anestesistas Dr. Marcos Pereira e Dr. Benicio, pelos cirurgiões Dr. Marcelo Gonçalves, Dr. João Bosco Filho e Dr. Jarismar II, e Luciano de Sousa como instrumentador.

Dotado de uma estrutura física ampla, UTI moderna, hemodiálise e um corpo médico atualizado, o Hospital Santa Tereza (HST) em parceria com o Nucleobari, através dos médicos Dr. Marcelo Gonçalves, Dr. João Bosco e Dr. Jarismar II iniciaram um programa multidisciplinar para tratamento da obesidade, clínico e cirúrgico.

Equipe médica do HST que realizou o procedimento cirúrgico

“A obesidade é uma doença que precisa ser abordada em diversas frentes, por estar relacionada ao sedentarismo, uso de medicações, genética e alimentação inadequada, ela precisa de uma abordagem multidisciplinar. Hoje, marcamos uma nova época no Santa Terezinha, iniciamos um atendimento aonde o paciente possa ter conforto e segurança. Um lugar aonde temos uma equipe de prontidão, diariamente.” Disse Dr. João Bosco.

Veja também:
Médico fala da importância da atividade física e se inspira em colega que venceu o câncer
Especialista alerta para consequências do uso excessivo de alguns medicamentos no aparelho digestivo

A equipe médica comemorou o sucesso da cirurgia de redução do estômago:

“O nucleobari surgiu da necessidade de desenvolvermos uma rede de assistência ao paciente obeso, desde João Pessoa até o sertão do estado. E encontramos em Sousa, no Hospital Santa Terezinha, o parceiro ideal. O Brasil é o segundo país que mais realiza cirurgia bariátrica, segundo a OMS, a obesidade é um dos dez maiores problemas de saúde pública, agora os pacientes obesos do alto sertão paraibano terão acesso aos tratamentos mais atualizados” relatou o Dr. Marcelo Gonçalves, que é professor da UFPB.

Cirurgia realizada no Hospital Santa Terezinha (foto: Assessoria)

A indicação do tratamento cirúrgico deve obedecer a parâmetros estabelecidos, ficando a critério da equipe multidisciplinar ,em conjunto com o paciente, o momento e a técnica cirúrgica adequada a cada caso.

DIÁRIO DO SERTÃO

DETONOU

VÍDEO: Advogado repudia vice-presidente Mourão após afirmação de que não existe racismo no Brasil

'NUNCA FIZ MAL A NINGUÉM'

VÍDEO: Médico e enfermeiro derrotado nas eleições em Ipaumirim-CE crítica oposição e faz desabafo

ALEGRIA DO SERTANEJO

VÍDEO: Rios transbordam após chuva de 110 milímetros em cidade da região de Princesa Isabel

VAMOS AJUDAR

VÍDEO: Com câncer raro, cearense faz apelo para conseguir dinheiro para cirurgia: “Entrego a Deus”

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!