header top bar

section content

Polícia prende falso médico que atuou em Água Branca

A Polícia Civil de Patos prendeu no final da tarde desta terça-feira (12), um falso médico que atuou na cidade de Água Branca, sertão do estado. A PM há vários dias investigava José Araceli Pereira da Silva, de 27 anos por receptação, e na tarde de hoje, quando a polícia chegou à residência de Araceli […]

Por

13/02/2008 às 08h09

A Polícia Civil de Patos prendeu no final da tarde desta terça-feira (12), um falso médico que atuou na cidade de Água Branca, sertão do estado. A PM há vários dias investigava José Araceli Pereira da Silva, de 27 anos por receptação, e na tarde de hoje, quando a polícia chegou à residência de Araceli encontrou Marcos Ferreira de Sousa de 26 anos, natural de Patos, onde em outubro passado ele foi acusado de exercer ilegalmente a profissão de médico, pois Marcos é professor e não é formado em medicina.

Em outubro de 2008, Marcos trabalhou como ginecologista por três dias num posto de saúde daquele município e ao atender uma paciente, uma enfermeira que o acompanhava pediu para que “Dr. Marcos” fizesse um exame naquela paciente, onde o mesmo se negou a fazer.

Daí surgiu a suspeita que ele era um falsário. A polícia foi informada, e desde outubro vinha em busca de prendê-lo.

Por volta das 16:30hs de hoje (12), a polícia chegou até a casa de José Araceli Pereira da Silva, no bairro do Jatobá, onde encontrou Marcos Ferreira de Sousa, o falso médico de Água Branca que foi levado a DP, onde após ser ouvido confessou tudo, e disse ter ido a cidade de Água Branca porque lá existiam duas vagas para o cargo de médico com salário mensal de 5.000,00 reais.

Na casa de Araceli também foram encontrados vários objetos possivelmente roubados como DVD e Notebook.

Os dois estão presos onde José Araceli vai ser levado para a penitenciária Homero Nóbrega em Patos e o “Dr.” Marcos vai ser tranferido para a cadeia de Água Branca onde ele cometeu o crime. O pior é que a pena que este falsário poderá cumprir, caso seja condenado, varia de 15 a 90 dias de prisão.

Do Sertão Informado.

Tags:
SORTEIO DE R$ 100,00

VÍDEO: “O que o Brasil mais precisa?” agitou o Pix Diário do programa Olho Vivo; veja as respostas

CULTURA NORDESTINA

VÍDEO: Comerciantes de fogos juninos se adaptam para manter tradição em barraquinhas da cidade de Sousa

TRADIÇÃO DA ÉPOCA

VÍDEO: Comerciantes de produtos juninos avaliam vendas em Cajazeiras e temem mudança para outro local

REAÇÃO

VÍDEO: Governador diz que lei sancionada por Bolsonaro é ‘absurdo’ e não reduz preços dos combustíveis

Recomendado pelo Google: