header top bar

section content

Raimundo Lira anuncia aprovação de verba do Banco Mundial para execução do Ramal Piancó

O anúncio se deu após ele receber, na qualidade de presidente da Comissão Temporária para Acompanhamento das Obras de Transposição

Por Luzia de Sousa

27/02/2016 às 13h00 • atualizado em 27/02/2016 às 13h37

Senador Raimundo Lira da Paraíba. Confira!

O Senador Raimundo Lira (PMDB-PB) anunciou nesta sexta-feira (26) a aprovação, por parte do Banco Mundial, do financiamento das obras do Ramal Piancó, no projeto de transposição de águas do Rio São Francisco. O prazo de execução do projeto é de seis meses. O anúncio se deu após ele receber, na qualidade de presidente da Comissão Temporária para Acompanhamento das Obras de Transposição, Nota Técnica do Ministério da Integração Nacional confirmando a informação.

“O sonho do ramal Piancó agora e realidade, para a alegria dos paraibanos, dos sertanejos, do povo do Vale do Piancó, da região de São Bento. O Banco Mundial acaba sinalizar positivamente que, até o mês de março, mandará a aprovação definitiva para o financiamento desta grande obra. Com isso, o processo de licitação se dará até o segundo semestre de 2016 e a contratação da obra, no primeiro semestre de 2017”, disse Lira.

Segundo ele, a notícia é motivo de comemoração, pois o Ramal Piancó vai ampliar o número de municípios paraibanos beneficiados com a transposição. “A Paraíba é o estado mais beneficiado com a transposição, que levará água para 90 municípios. E, com o Ramal Piancó, serão quase 110 municípios beneficiados. Temos que comemorar com alegria esta grande notícia, para a Paraíba e para o nosso povo”.

Em julho de 2015 Lira já havia assegurado os projetos de Viabilidade Econômica e de Impacto Ambiental, junto ao Governo Federal, para permitir a construção do Ramal, que terá extensão de 30 km e abastecerá o conjunto de barragens Coremas/Mãe D’água, o maior do Estado, com aproximadamente 1,1 bilhão de metros cúbicos de água. Para Lira, a construção do sistema adutor Piancó, no Eixo Norte das obras, é de fundamental importância, tendo em vista que vai garantir a capacidade de armazenamento do sistema de reservatórios Coremas/Mãe D’água.

Paraíba e Rio Grande do Norte – E mais: quando houver o excesso de águas da barragem Coremas/Mãe D’água, esse volume vai correr para o Rio Grande do Norte, através do Rio Piranhas, beneficiando a região de São Bento.

Esse sistema, garante Lira, possui a maior acumulação de águas da Paraíba, mas enfrenta dificuldades sempre quando ocorre períodos de estiagem. Os 18 municípios circunvizinhos que compõem o Vale do Piancó formam, de acordo com o IBGE, uma área metropolitana. A atividade econômica da região se apoia basicamente na agricultura, pecuária e no turismo comercial, setores cujo desenvolvimento deverá se impulsionar com as condições geradas pelo ramal do Piancó.

DIÁRIO DO SERTÃO com Assessoria de Imprensa

Recomendado para você pelo google

VISITA DO PRESIDENTE

VÍDEO: Prefeito de Campina Grande solicita a Bolsonaro duplicação da BR-230 de Campina ao sertão da PB

DESTAQUE NACIONAL

VÍDEO: Juizado Especial Misto de Cajazeiras atinge um dos melhores índices de atendimento do Brasil

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: ortodontista sousense revela as orientações para manter a saúde bucal das crianças em dia

MÚSICA E ORAÇÃO

VÍDEO: 5º Show Pela Paz em Cajazeiras bate recorde de público com show do artista católico Thiago Brado