header top bar

section content

Raimundo Lira recebe diretora da Federação Nacional Sindical dos Servidores Penitenciários

Em recente audiência com alguns parlamentares, ela pediu a retirada do projeto da Agenda Brasil.

Por Luzia de Sousa

10/03/2016 às 15h14

Raimundo Lira e diretora da Federação Nacional Sindical

Em mais um dia de intensa agenda de atividades em Brasília, o senador Raimundo Lira (PMDB-PB) recebeu a visita da diretora da Federação Nacional Sindical dos Servidores Penitenciários – FENASPEN, Vilma Batista. Ela esteve em Brasília para tratar do Projeto de Lei do Senado Federal (PLS 513, de 2011) que propõe a regulamentação da privatização dos presídios no Brasil.

A presidente ressaltou que a FENASPEN é contra o PLS 513/2011, por considera-lo “uma afronta à democracia brasileira e vem para rasgar a Constituição no que diz respeito aos direitos dos trabalhadores e também dos detentos”, conforme nota publicada pela entidade em seu site na internet.

Para Vilma Batista, o Estado está delegando o seu poder punitivo para a iniciativa privada, ao adotar esse sistema, em detrimento de um fortalecimento através de investimentos e valorização dos verdadeiros operadores.

Em recente audiência com alguns parlamentares, ela pediu a retirada do projeto da Agenda Brasil, por acreditar também que passar o controle do sistema prisional para empresas vai aumentar a população carcerária no país.

Como membro da Comissão Nacional de Desenvolvimento, que analisa os projetos da ‘Agenda Brasil”, Raimundo Lira ouviu atentamente a dirigente.

Assessoria de Imprensa

AMOR E FÉ

ESPECIAL DE FÉRIAS: Crianças e adolescentes de Cajazeiras e Sousa abrilhantam programa na TV Diário

AUXILIAR DO TROVÃO

VÍDEO: Agora no Atlético-PB, ex-jogador do Corinthians está confiante em vaga no Brasileirão da Série D

SAÚDE & BEM-ESTAR

VÍDEO: Médico alerta para consequências do uso excessivo de alguns medicamentos no aparelho digestivo

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: Colunista comenta por que Rodrigo Maia se tornou o ‘queridinho’ de Bolsonaro e de deputados da PB