header top bar

section content

Acidente com empresária cajazeirense deixa uma pessoa ferida em Sousa. VEJA VÍDEO!

Equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e Corpo de Bombeiros foram acionadas e estiveram no local. Fotos!

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

12/05/2016 às 09h34 • atualizado em 12/05/2016 às 11h41

O popular José Roberto Pereira da Silva, de 48 anos, ficou ferido em um acidente envolvendo um carro e uma moto por volta das 8:20h desta quinta-feira (12) na BR 230, próximo ao bairro Mutirão na cidade de Sousa.

VEJA MAIS

AZAR: Menor de 16 anos atingido a bala sofre acidente durante socorro para o HRC. Veja!

Superintendência do HUJB emite Nota sobre morte da criança cajazeirense de 4 anos

Menino de quatro anos de idade da cidade de Cajazeiras morre em hospital de Patos-PB; Suspeitas foram infecção de pulmão e H1N1

De acordo com informações da polícia, a empresária cajazeirense, Verônica Cândido Estrela, de 36 anos, seguia em seu carro no sentido Cajazeiras a Sousa, quando o condutor da moto que seguia no sentido contrário tentou realizar manobra na pista e acabou causando o acidente, colidindo na lateral do automóvel.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Com o impacto, José Roberto, foi arremessado para fora da pista e sofreu lesões pelo corpo. Já a motorista do carro não sofreu ferimentos.

Equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e Corpo de Bombeiros foram acionadas e estiveram no local realizando atendimento ao condutor da moto que em seguida foi levado para o Hospital Regional de Sousa (HRS).

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

EM SOUSA

Radialista revela que “vítima da mão pesada e dos chutes do prefeito Tyrone” disputará eleições em 2020

VÍDEO

Comandante do Corpo de Bombeiros aponta possíveis causas do incêndio no lixão de Cajazeiras

SAÚDE

VÍDEO: Programa Xeque Mate fala sobre a saúde de Cajazeiras e recebe popular e diretoras do HUJB e HRC

REFORMA AGRÁRIA

VÍDEO: Coordenadora da CPT Sertão afirma que terras são um direito dos camponeses e não do agronegócio