header top bar

section content

Bandidos assaltam ônibus com estudantes e ameaçam atirar em motorista; acusados foram presos pela PM

A dupla, com arma em punho, obrigou o motorista a parar o veículo. Em seguida eles entraram, renderam e ameaçaram atirar nas vítimas. Confira as fotos!

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

15/07/2016 às 08h19 • atualizado em 15/07/2016 às 08h23

Dupla foi presa pela polícia (foto: Ângelo Lima)

Dois homens foram presos após assaltar um ônibus com estudantes na noite dessa quinta-feira (14), quando o veículo trafegava no sentido Bonito de Santa Fé ao distrito de Viana, na zona rural do mesmo município. O crime foi registrado por volta das 21h.

De acordo com a Polícia, o ônibus foi interceptado pelos bandidos no sítio cedro. A dupla, com arma em punho, obrigou o motorista a parar o veículo. Em seguida eles entraram e ameaçaram atirar contra o condutor. Nesse momento passaram a recolher todos os pertences dos estudantes e fugiram em seguida.

A Polícia Militar agiu rapidamente e depois de colher informações uma guarnição de Rádio Patrulha conseguiu prender os acusados com todos os objetos do assalto na altura do sítio Piedade, próximo da Rodovia PB-400.

Foram presos Francisco Miguel dos Santos, 22 anos, natural do sítio poções no município Diamante, no Vale do Piancó, e Antônio Ferreira de Oliveira, 35 anos, morador da Rua João Cambota, em Bonito de Santa Fé.

Segundo a Polícia, o acusado Francisco Miguel possui várias passagens pela Justiça. Ele é acusado de muitos assaltos no Alto Sertão paraibano.

DIÁRIO DO SERTÃO com Radar Sertanejo

Recomendado para você pelo google

ALUNOS DÃO SHOW

VÍDEO: 3º dia da Mostra de Conhecimentos destaca a natureza, tecnologias, leitura, teatro e matemática

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: advogado sousense fala sobre a redução da maioridade penal. Você é contra ou a favor?

VÍDEO

Dra Paula fala sobre dificuldades na gestão do seu esposo em Cajazeiras e diz ser contra demissões

GOVERNO NO FOCO

VÍDEO: Professor comenta os impactos do fim do DPVAT, golpe na Bolívia e invasão à embaixada venezuelana