header top bar

section content

VÍDEO: Com muitas ausências de deputados e senadores, gestores paraibanos pedem socorro durante encontro

O encontro dos prefeitos com a bancada paraibana aconteceu em um hotel da capital João Pessoa-PB e reuniu grandes nomes da política estadual.

Por José Dias Neto

06/04/2019 às 13h20 • atualizado em 06/04/2019 às 13h25

A Federação das Associações de Municípios da Paraíba (FAMUP) reuniu nessa sexta-feira (5) um total de 88 prefeitos para discutir uma pauta de reivindicações e entregar uma carta com as prioridades dos municípios à bancada federal paraibana.

O objetivo é fazer com que os deputados e senadores lutem pela aprovação das matérias que tramitam na Câmara e no Senado. Apesar da presença dos prefeitos, apenas os deputados Hugo Motta, Damião Feliciano, Ruy Carneiro e Wilson Santiago, além do senador Veneziano Vital do Rêgo estiveram presentes.

MAIS: ENCONTRO: Deputada Estadual Drª Paula participa de evento de prefeitos em João Pessoa

O prefeito de Bom Jesus e 3º vice-presidente da FAMUP, Roberto Bayma disse que é necessário aproveitar o momento para dar prioridade ao crescimento financeiro e por conseguinte o desenvolvimento  sócio-econômico dos municípios e criticou a ausência de vários senadores e deputados no evento. “É preciso fazer com que nossos parlamentares se empenhem mais em apoiar os municípios”, disse.

O senador Veneziano Vital, deputado estadual Júnior Araújo e Roberto Bayma ficaram lado a lado durante a reunião.

O deputado estadual Junior Araújo disse que é necessário a união de forças entre os entes federativos para que juntos possam dar a solução dos problemas dos municípios paraibanos. “Eu sei o quanto os municípios paraibanos sofrem com a falta de recursos”, ressaltou.

Já a deputada estadual Dra Paula Francinete destacou que os prefeitos  paraibanos não estão só no discurso e na fala, mas estão cobrando mais ações que venham contribuir para a economia dos municípios paraibanos. “Eu acredito os prefeitos estão sendo muito fortes e corajosos ao reivindicar ações para seus municípios, enfatizou.

O encontro dos prefeitos paraibanos aconteceu em um auditório de um hotel na capital e ficou completamente lotado.

O prefeito de Monte Horebe, Marcos Eron (MDB) afirmou que a CAIXA impõe uma burocracia desnecessária, o que dificulta a realização de demandas necessárias e há obras que passam até 6 anos para serem concluídas. “Há municípios que já perderam emendas devido a essa burocracia da CAIXA”, disse.

O prefeito Marcos Eron, da cidade de Monte Horebe participou do encontro e fez cobranças à bancada federal.

O prefeito de São José de Piranhas, Chico Mendes (PSB), ressaltou que os políticos que estiveram presentes no evento juntamente com a FAMUP estão defendendo os interesses dos paraibanos, o que é de extrema importância.

Deputados federais e o senador Veneziano Vital ouviram as dificuldades dos gestores paraibanos e prometeram empenho.

Alan Seixas (PSB), prefeito de Cachoeira dos Índios enfatizou que é muito importante essa reunião entre os prefeitos paraibanos, não só para os municípios da Paraíba, mas para todo o Brasil.

MAIS: VÍDEO: Júnior diz que está se defendendo de ‘ataques’ e que Paula foi omissa com corrupção do cunhado

O senador Veneziano Vital (PSB), que já foi prefeito de Campina Grande conhece de perto a realidade dos gestores paraibanos e disse que se não houver uma unidade reivindicatória, como propõe a FAMUP, o trabalho se tornaria mais difícil. “Esse esforço de conjugar essas pautas que estão apresentadas é o que pode nos levar à solução dessas demandas”, disse.

Senador Veneziano Vital ao lado do deputado estadual cajazeirense Júnior Araújo na reunião com os prefeitos da Paraíba.

PRIORIDADES

Entre as prioridades dos prefeitos apresentadas na carta estão: o Projeto de Lei Complementar 78/2018, em tramitação no Senado, que garante a participação dos municípios no resultado da exploração de petróleo e que garante recursos da ordem de R$ 170 bilhões e R$ 4,6 bilhões para a Paraíba; além dos que tramitam na Câmara dos Deputados como a inclusão do PLP 461/2017, que dispõe sobre o padrão nacional de obrigação acessória do ISSQN, na Ordem do Dia para votação em plenário; a PEC 391/2017, de autoria do ex-senador paraibano Raimundo Lira que garante o acréscimo de 1% ao FPM no mês de setembro e a Lei Kandir, PLP 511/2018, que trata da compensação financeira da União aos Estados e Municípios em razão da perda decorrente da desoneração de ICMS sobre exportações. Projeto requer R$ 39 bilhões para o Brasil e R$ 1,6 bilhão para Paraíba.

PORTAL DIÁRIO

Recomendado para você pelo google

HOMENAGEM

VÍDEO: Xeque Mate homenageia mototaxistas e entrevista a única mulher mototaxista de Cajazeiras

HOMENAGEM

VÍDEO: Com música ao vivo, programa Diversidade em Foco faz reflexão sobre o Dia das Mães; Assista!

EXCLUSIVO

Presidente reafirma proibição de arma na assembleia, fala da Operação Calvário e cortes de gabinetes

VÍDEO

Governador João Azevêdo fala sobre o afastamento político com Ricardo Coutinho e mudanças no Governo