header top bar

section content

VÍDEO: “IPAM está quebrado e aposentados terão que se preocupar”, diz vereador; reserva é de 725 mil

Desde a sua criação no governo José Nello Zerinho Rodrigues, que a Prefeitura Municipal vem deixando de repassar a parte patronal do IPAM

Por Diário do Sertão com Gazeta do Alto Piranhas

13/04/2019 às 15h44 • atualizado em 13/04/2019 às 17h12

Desde a sua criação no governo José Nello Zerinho Rodrigues, que a Prefeitura Municipal vem deixando de repassar a parte patronal do IPAM (Instituto de Previdência e Assistência do Município de Cajazeiras), uma dívida que vem se acumulando desde a gestão de Epitácio Leite, passando pelos outros ex-prefeitos: Carlos Antonio, Léo Abreu, Carlos Rafael, Denise Albuquerque e o atual prefeito da cidade, José Aldemir. Em fevereiro de 2018, o prefeito José Aldemir aproveitando uma nova autorização do Governo Federal, parcelou a dívida do instituto em 200 meses.

O relator da CPI, o vereador Rivelino Martins (PSB) lamentou a situação do Instituto e afirmou que a CPI do IPAM mostra o descaso e não cumprimento dos ex-gestores e do atual prefeito José Aldemir (PP). Segundo o vereador, a documentação sobre os dados, valores, negociações, estatísticas e outros serão entregues ao Tribunal de Contas da Paraíba.

O membro titular da CPI, o vereador Jucinério Félix (PPS) assegurou que os aposentados terão que se preocupar com o futuro, já que a situação financeira está deplorável. “O IPAM está quebrado e até agora ninguém foi responsabilizado. Vergonha para nossa cidade. Tenho pena dos servidores públicos que estão aposentados e que irão se aposentar mais na frente. Temos que dar um basta e solucionar esse impasse”, disse.

Já o presidente da Comissão, o vereador Eriberto Maciel (PP), disse que os membros da CPI não tiveram muitas condições de trabalho. “Faltou mais apoio da mesa diretora. Encontramos limitações, mas vamos encaminhar o que foi levantado”, finalizou.

LEVANTAMENTO

Todas as gestões fizeram parcelamentos prolongados, entretanto, nenhum conseguiu pagar e a dívida foi só crescendo. Segundo o instituto, essa dívida é de R$ 74.441.770,61, de acordo com o levantamento feito por uma CPI criada pela Câmara Municipal de Cajazeiras, cujo relatório foi apresentado na Sessão Ordinária da última terça-feira (09)

DIFICULDADES

A comissão enfrentou dificuldades e alguns membros terminaram renunciando e sendo substituídos, terminando os trabalhos tendo como integrantes, Rivelino Martins, Eriberto Maciel e Jucinério Félix. O mais preocupante é com relação à reserva financeira do instituto, pois existe uma preocupação muito grande dos funcionários  municipais em relação às suas aposentadorias. Antes, eles contribuíam com o INSS e se sentiam mais seguros.

Recomendado para você pelo google

VOTO A VOTO

Eleições 2020: radialista revela nomes dos pré-candidatos a prefeito em Sousa e sete cidades da região

VÍDEO

Em reencontro com ex-governador Ricardo Coutinho, ex-presidente Lula relembra visita a cidade de Sousa

GRANDE SÓ DEUS

VÍDEO: No Sertão, padre é aplaudido após mandar recado duro a Lula e Bolsonaro: “Baixem a patente”

CRUELDADE SEM TAMANHO

VÍDEO: Criminoso? Incêndio destrói 200 pés de coco em Sousa: “Deus vai julgar”, diz comerciante