header top bar

section content

VÍDEO: Gefferson pode ter sido executado fora do carro, diz advogado e tio da vítima sobre investigações

O advogado e empresário cajazeirense Gefferson Moura, de 32 anos, foi morto a tiros na noite da última terça-feira (16).

Por Juliana Santos

18/03/2021 às 17h39

Em entrevista exclusiva ao programa Olho Vivo da TV Diário do Sertão, o advogado Geraldo Quirino, tio do empresário e advogado Gefferson Moura, de 32 anos, morto por policias civis do estado de Sergipe, contou como está ocorrendo as investigações do crime.

Geraldo Quirino detalhou um vídeo do delegado de Patos, que de acordo com ele, as informações não constam a verdade. “No vídeo foi contado que os policiais de Sergipe, estavam em uma operação do Rio Grande do Norte e no Ceará e resolveram montar uma barreira nas proximidades de Santa Luzia e foi nesse momento que fizeram a abordagem ao carro do meu sobrinho”, disse.

VEJA TAMBÉM

Júnior Araújo lamenta morte de empresário cajazeirense em ‘operação desastrosa’ da polícia de SE

Ainda de acordo com o advogado, o delegado também teria informado que os policiais estavam aguardando a passagem de um veículo, mas que não afirmaram o modelo e cor, que estaria carregado de materiais ilícitos.

Outro questionamento levantado é sobre a abordagem dos policiais ao carro de Gefferson. Os policiais civis teriam afirmado que o jovem teria reagido e que estaria em posse de uma arma. “Abordaram um cidadão sozinho dentro de uma carro, em seguida houve os disparos e disseram que ele manifestou reação com uma arma. Em todos esses anos que ele trabalhou comigo, morando na minha casa, almoçamos quase todos os dias juntos, nunca vi ele falar que teria uma arma, também nunca vi um arma no carro dele. Essa hipótese está mais para uma armação da corporação policial”, contou, Quirino.

A perícia

Geraldo Quirino afirmou que uma nova perícia deve ser realizada, pois a primeira que ocorreu logo após o crime, não da detalhes do que poderia ter ocorrido. Mas com base na descrição da perícia, Quirino acredita que Gefferson teria sido puxado do veículo e logo depois teria sido executado com sete tiros. “Tem sangue no carro, mas como no veículo não tem marcas de projeteis de bala, acreditamos a execução começou dentro do carro em seguida ele foi puxado para fora e terminada ação”, detalhou.

Gefferon Moura de 32 anos foi morto a tiros. (Foto: Reprodução)

O caso

Gefferson Moura, de 32 anos, era natural de Cajazeiras e atuava como advogado em João Pessoa. O jovem estava a caminho de Cajazeiras na noite da última terça-feira (16), quando foi abordado no município de Santa Luzia, por policiais civis do estado de Sergipe, que estariam em uma suposta operação.

Na abordagem os policiais teriam atirado contra Gefferson que foi socorrido para o hospital de Santa Luzia, mas já teria chegado sem vida na unidade.

TRADIÇÃO E MODERNIDADE

VÍDEO: Com 45 anos de sucesso, ótica A Graciosa conquista Cajazeiras e se consolida com alta qualidade

CORONAVÍRUS

VÍDEO: João Azevêdo mostra dados da Covid e pede à população que evite aglomerações no período junino

ELEIÇÕES 2022

VÍDEO: Deputado federal do Ceará diz que partido aponta seu nome como pré-candidato ao governo do estado

INTERDIÇÃO POLÊMICA

VÍDEO: Procurador fala sobre polêmica da interdição de supermercado em Cajazeiras: ”fizemos um acordo”

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!