header top bar

section content

Tribunal de Justiça derruba lei municipal que cria cargos comissionado e manda demitir quase 100 pessoas. Veja!

A decisão do Tribunal de Justiça da Paraíba só terá efeito no prazo de 180 dias, após a notificação das partes envolvidas no processo. Confira tudo aqui!

Por Luzia de Sousa

17/02/2016 às 09h10 • atualizado em 17/02/2016 às 19h35

Tribunal de Justiça da Paraíba mantém decisão em Cajazeiras

O Tribunal de Justiça da Paraíba julgou inconstitucional a lei do município de Santana dos Garrotes, Sertão do estado que criou 65 cargos comissionados. A lei foi questionado por meio de uma ação direta de inconstitucionalidade proposta pelo Ministério Público.

O órgão alegou que os cargos foram criados sem a fixação das respectivas atribuições. “Na hipótese em exame, a legislação do município de Santana dos Garrotes não cuidou de especificar quais são as atribuições dos cargos em comissão criados, não sendo possível verificar se eles se harmonizam com o princípio da livre nomeação e exoneração”, destacou o relator, o desembargador José Aurélio da Cruz.

A decisão do tribunal só terá efeito no prazo de 180 dias, após a notificação das partes. “Considerando que as leis ora em análise estão em vigor, com produção de efeitos concretos, tendo em vista o princípio da segurança jurídica, a presente declaração de inconstitucionalidade produzirá efeitos ex nune, produzindo eficácia em 180 dias, após a comunicação dos requeridos”, escreveu o relator.

DIÁRIO DO SERTÃO com Rpscom1

PERIGO

VÍDEO: incêndio de grandes proporções atinge região entre Paraíba e Ceará

OPÇÃO SERTANEJA

VÍDEO: Uiraunense se candidata a presidente do COREN-PB e quer ampliar presença do Conselho nas regiões

CRÍTICA AOS POLÍTICOS

VÍDEO: Advogado lamenta que exista até ‘bancada da bala’ no Congresso, mas não uma ‘bancada dos pobres’

BALANÇO

VÍDEO: advogados e pastor debatem imunidade tributária das igrejas no Brasil

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!