header top bar

section content

Armando Abílio diz que PTB racha com PSDB se partido evitar apoio a Ricardo

Abílio admitiu que existe, no entanto, uma minoria divergente dentro do PTB, a exemplo do suplente de senador Carlos Dunga (PTB) que defende a candidatura do senador Cícero Lucena

Por

04/03/2009 às 07h44

Um dia seguinte à reunião em que o ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB) pediu unidade da base política, o deputado federal Armando Abílio, presidente do PTB paraibano, disse que a legenda romperá a aliança com o PSDB caso os tucanos não aprovem o apoio à candidatura do prefeito Ricardo Coutinho (PSB) ao governo do Estado em 2010.

“Defendemos a chapa Ricardo Governador e Cássio Senador, mas se o PSDB insistir na tese de candidatura própria ao governo, nós ficaremos com Ricardo”, declarou Abílio. Segundo ele, a aliança PSDB e PSB para as eleições de 2010 representa o novo da Paraíba. E já reflete a voz das ruas.

“É o povo que quer isso”, declarou Abílio, avaliando que a nova aliança é a que possui mais chances de vitória contra o grupo do governador José Maranhão (PMDB).

Abílio admitiu que existe, no entanto, uma minoria divergente dentro do PTB, a exemplo do suplente de senador Carlos Dunga (PTB) que defende a candidatura do senador Cícero Lucena, do PSDB. Mas ele declarou que o partido vai realizar uma discussão democrática com todos os líderes da legenda para aprovar uma resolução sobre 2010.

“Quem desobedecer , sofrerá as punições partidárias”, destacou Abílio, falando em fidelidade partidária.

Fonte:PB Agora

Tags:

VÍDEO: Psicologia no Ar recebe diretores e psicóloga de organização que promove cidadania em Cajazeiras

NOVIDADES

Xeque-Mate visita lançamento do novo plano da Eletrosorte, que firmou parceria com gigante dos seguros

FUTEBOL DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Dirigentes e ex-jogadores relembram histórias marcantes do Duque de Caxias, que completou 50 anos

VÍDEO: Programa de rádio que é sucesso na região de Campina fecha parceria com emissora de Cajazeiras