header top bar

section content

EXCLUSIVO: Durante reportagem especial, TV Diário do Sertão desbrava o Cariri paraibano para mostrar primeiros efeitos da transposição em Monteiro e outras cidades – VÍDEOS!

A TV Diário do Sertão fará uma reportagem super especial mostrando a transposição em Monteiro e conversando com os moradores

Por Jocivan Pinheiro

25/03/2017 às 16h38 • atualizado em 25/03/2017 às 16h44

Durante a inauguração do eixo leste da transposição das águas do Rio São Francisco, no domingo passado, a cidade de Monteiro, no Cariri paraibano, virou a Meca do Nordeste, tamanho fluxo de pessoas de todas as partes que foram ver os ex-presidentes Lula e Dilma Roussef.

Para conhecer um pouco mais sobre as regiões da Borborema e Cariri, e saber dos moradores se a transposição já está surtindo efeito, a equipe da TV Diário do Sertão foi até Monteiro, passando antes pelas cidades de Campina Grande e São João do Cariri.

Lira e outros senadores vão ao Ministério da Integração agilizar conclusão do Eixo Norte da Transposição e andamento do Ramal Piancó

Equipe da TV Diário do Sertão chega a São João do Cariri

A TV Diário do Sertão fará uma reportagem super especial mostrando a transposição em Monteiro e conversando com moradores. Você vai saber se as águas do Rio São Francisco já estão abastecendo os reservatórios da região e chegando às torneiras da população; qual a expectativa dos paraibanos do Cariri e da Borborema com a chegada do líquido precioso, entre outros fatos marcantes.

Equipe da TV Diário do Sertão chega a São João do Cariri

DIÁRIO DO SERTÃO

MUITO ESTRAGO

VÍDEOS: Chuva com vendaval causa destruição de prédios em Cajazeiras e Sousa e assusta moradores

DE 22 A 27 DE JANEIRO

VÍDEO: Teatro Ica completa 34 anos em Cajazeiras com extensa e diversificada programação cultural

DE 2017 PARA ESTE ANO

VÍDEO: São José de Piranhas tem aumento alarmante de homicídios em 2018; confira balanço da PM na região

VIXE!

VÍDEO: Vidente detalha futuro da imprensa de Cajazeiras e prevê mortes: “Não chega às festas juninas”