header top bar

section content

É GRAVE! Após fiscalização em hospital particular em Sousa, COREN-PB descobre que UTI estava sem médico e enfermeiro e caso será investigado pelo Ministério Público. Assista ao vídeo!

A direção do hospital garantiu ao COREN-PB que irá providenciar as escalas de enfermagem e de médicos para o setor. Confira todos os detalhes aqui!

Por Campelo Sousa

30/06/2017 às 14h48 • atualizado em 30/06/2017 às 14h54

O Conselho Regional de Enfermagem (COREN) da Paraíba esteve nesta sexta-feira (30) realizando fiscalização em hospitais da cidade sorriso da Paraíba e encontrou irregularidades graves em uma das casas de saúde particular.

COREN-PB encontrou irregularidades em hospital de Sousa (foto: assessoria)

A reportagem do Diário do Sertão entrevistou o presidente do COREN-PB, Ronaldo Beserra, e ele falou sobre a fiscalização:

“A UTI tem que ter estrutura para funcionar, mas encontramos na cidade de Sousa UTI desse hospital sem médico de plantão, sem enfermeiro de plantão, apenas o técnico de enfermagem cuidando de paciente com risco de morte iminente. Então o COREN da Paraíba interditou os técnicos e os enfermeiros terão agora que estar 24 horas na UTI para garantir aos pacientes que entram numa UTI que eles estejam sendo respeitados na sua assistência”, destacou.

Ronaldo Beserra, Presidente do COREN-PB prestou entrevista ao Diário do Sertão

A direção do hospital garantiu ao COREN-PB que irá providenciar as escalas de enfermagem e de médicos para o setor.

Ronaldo Beserra afirmou ainda que vai encaminhar o relatório de fiscalização ao Ministério Publico Estadual, a Agência Estadual de Vigilância Sanitária (AGEVISA) e ao Conselho Regional de Medicina (CRM) da Paraíba. Ronaldo concluiu dizendo que vai instaurar um processo ético para apurar as responsabilidades de quem permitiu que o setor funcionasse o enfermeiro.

DIÁRIO DO SERTÃO

AVANÇO NA EDUCAÇÃO

VÍDEO: Prefeita Denise Bayma entrega nova fachada e duas novas salas na Escola Maria do Carmo Gonçalves

DIREITO

VÍDEO: Adoções podem ser feitas extrajudicialmente a partir dos 12 anos, explica advogado

DEBANDADA

VÍDEO: Deputado Taciano Diniz explica por que deixou a base do governador para apoiar Veneziano

CANDIDATOS OU NÃO?

VÍDEO: Radialista desabafa contra políticos paraibanos que insistem em tentar recursos na Justiça

Recomendado pelo Google: