header top bar

section content

EITA! Defesa civil interdita escola após rachadura em prédio; centenas de alunos ficam sem aula em Sousa

A secretária de educação afirmou que até a quarta-feira (02) será divulgado um laudo técnico pela equipe de engenheiros sobre a situação do prédio.

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

01/08/2017 às 15h31 • atualizado em 01/08/2017 às 15h37

Uma rachadura no auditório da Escola de Ensino Fundamental e Médio Papa Paulo VI (Espavi) em Sousa, deixou centenas de estudantes em aula desde a manhã desta segunda-feira (31). A defesa civil interditou o local e a diretoria decidiu suspender aulas nas salas de aula que ficam no primeiro andar do prédio.

A reportagem do Diário do Sertão foi até o local e constatou que parte da estrutura do auditório está danificada.

Aulas foram suspensas após rachadura no auditório da Escola (foto: Charley Garrido)

A secretária de educação do município, Gilmara Formiga, informou que por medidas de segurança os alunos foram retirados das salas de aula:

“Se houver necessidade para locação de um espaço para os alunos, vamos providenciar, mas nenhum aluno será prejudicado, pois, se preocupamos com a segurança e o bom andamento da aprendizagem desses alunos”, disse ela.

Diretoria do colégio suspendeu as aulas (foto: Charley Garrido)

A secretária afirmou também que até a quarta-feira (02) será divulgado um laudo técnico pela equipe de engenheiros sobre a situação do prédio.

DIÁRIO DO SERTÃO

"FICOU DESPREZADA"

VÍDEO: Mulher acusa HRC de negligência no caso da morte de sua irmã após parto; hospital responde

ESTÁ NA CAPITAL DESDE 2015

EXCLUSIVO: Após três anos, lendário padre de Cajazeiras revela o que motivou sua ida para João Pessoa

AMOR E FÉ

ESPECIAL DE FÉRIAS: Crianças e adolescentes de Cajazeiras e Sousa abrilhantam programa na TV Diário

AUXILIAR DO TROVÃO

VÍDEO: Agora no Atlético-PB, ex-jogador do Corinthians está confiante em vaga no Brasileirão da Série D