header top bar

section content

Posso emprestar dinheiro a juros para outra pessoa? advogado revela que juro deve ser de 1% ao mês

Cláudio Diniz finalizou a entrevista afirmando que se o consumidor se sentir prejudicado deverá procurar o PROCON ou um advogado de sua confiança

Por Campelo Sousa

19/09/2017 às 13h43 • atualizado em 19/09/2017 às 13h59

O empréstimo entre pessoas físicas não é proibido por lei, exceto quando há cobrança de juros abusivos, o que não é o caso. A reportagem do Diário do Sertão conversou com o advogado sousense Cláudio Diniz e ele falou sobre o assunto em seu comentário no Direto ao Ponto.

“Esses valores tomados a juros a particulares não podem passar de 1% ao mês. Juros acima deste patamar podem ser configurados em crime de usura. Já em relação as instituições públicas, bancos, existe também um patamar que deve ser seguido, ou seja percentuais razoáveis”, disse.

Cláudio Diniz finalizou a entrevista afirmando que se o consumidor se sentir prejudicado deverá procurar o PROCON ou um advogado de sua confiança para saber se não houve uma extorsão na cobrança dos juros, lembrado que o contrato entre pessoas físicas não pode ultrapassar 12 % ao ano.

DIÁRIO DO SERTÃO

OPINIÃO

VÍDEO: Jornalista diz que os três candidatos a vice-prefeito em Cajazeiras são ‘retrocesso na história’

REBATENDO O PREFEITO

VÍDEO: Empresário rompe o silêncio e nega ter citado ex-prefeita Denise em delação da Operação Andaime

AGLOMERAÇÃO

VEJA: Em visita de Bolsonaro ao Sertão da PB, mulher pede para ele baixar kg do arroz e vídeo viraliza

FUNDADOR DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Morte de Padre Rolim completa 121 anos, e fato ganha minucioso estudo histórico de sacerdote

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!