header top bar

section content

Posso emprestar dinheiro a juros para outra pessoa? advogado revela que juro deve ser de 1% ao mês

Cláudio Diniz finalizou a entrevista afirmando que se o consumidor se sentir prejudicado deverá procurar o PROCON ou um advogado de sua confiança

Por Campelo Sousa

19/09/2017 às 13h43 • atualizado em 19/09/2017 às 13h59

O empréstimo entre pessoas físicas não é proibido por lei, exceto quando há cobrança de juros abusivos, o que não é o caso. A reportagem do Diário do Sertão conversou com o advogado sousense Cláudio Diniz e ele falou sobre o assunto em seu comentário no Direto ao Ponto.

“Esses valores tomados a juros a particulares não podem passar de 1% ao mês. Juros acima deste patamar podem ser configurados em crime de usura. Já em relação as instituições públicas, bancos, existe também um patamar que deve ser seguido, ou seja percentuais razoáveis”, disse.

Cláudio Diniz finalizou a entrevista afirmando que se o consumidor se sentir prejudicado deverá procurar o PROCON ou um advogado de sua confiança para saber se não houve uma extorsão na cobrança dos juros, lembrado que o contrato entre pessoas físicas não pode ultrapassar 12 % ao ano.

DIÁRIO DO SERTÃO

COVID-19

VÍDEO: “Temos que fazer nossa parte”, alerta padre da Diocese de Cajazeiras, após receber alta médica

AINDA NA DÚVIDA

VÍDEO: Gerente da Educação de Cajazeiras diz que Secretaria Estadual dirá como será a volta às aulas

NA PARAÍBA

VÍDEO: 10% da população teve contato com a Covid e crianças de zero a 15 anos foram as mais infectadas

MEDIDAS CONTRA COVID

VÍDEO: Governo da PB poderá suspender ‘feriado’ de Carnaval e restringir funcionamento de restaurantes

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!