header top bar

section content

VÍDEO: Após ter a casa incendiada em Cajazeiras, mulher que está dormindo no chão do quintal pede ajuda

Maria da Conceição quer realizar uma pequena reforma na residência que ela herdou da mãe, mas que foi parcialmente destruída por um incêndio criminoso

Por Jocivan Pinheiro

30/10/2017 às 15h17 • atualizado em 30/10/2017 às 15h23

A dona de casa Maria da Conceição procurou a reportagem da TV Diário do Sertão para tentar mobilizar a sociedade cajazeirense com o objetivo de realizar uma pequena reforma na residência que ela herdou da mãe, na Rua José Leite de Oliveira, bairro Pôr do Sol, mas que foi parcialmente destruída por um incêndio supostamente criminoso.

Segundo ela, na madrugada do dia 14 de agosto deste ano os vizinhos teriam visto duas pessoas não identificadas chegando de carro, arrombando o portão da casa e tocando fogo lá dentro. Neste dia dona Maria, seu esposo e filhos estavam em Sousa.

As chamas consumiram os móveis, roupas e boa parte do telhado. Depois do acontecido, o medo tomou conta da família. Por isso dona Maria achou melhor mandar os filhos para a casa de uma parente no município de Marizópolis. Mas ela e o marido continuam na residência, sem nenhuma segurança.

Sem telhado e com as portas danificadas, dona Maria e o esposo dormem no quintal a céu aberto, em dois colchões. “Quem tem coragem de fazer isso, tem coragem de nos matar. Então como a gente não tem condições financeiras para alugar um canto e isso aqui é nosso, a gente está dormindo nessa situação. Mas eu confio muito em Deus”, diz.

Dona Maria e o esposo dormem no quintal a céu aberto

A dona de casa afirma não ter dado motivos para alguém incendiar sua residência. “Eu fico sem entender como é que um ser humano é capaz de fazer uma coisa dessa com outro sem motivo, porque eu não tenho inimigos. Eu não mexo com drogas, não uso, não vendo e não devo a alguma pessoa que poderia fazer isso, então foi por nada”.

Desempregada, ela pede ajuda para conseguir comprar material para consertar e substituir o que foi destruído pelas chamas, bem como mão de obra para fazer o serviço.

“Eu quero pedir ajuda da sociedade porque eu não tenho emprego, não tenho condição financeira nem psicológica para ajeitar. A necessidade está me obrigando a fazer isso, a pedir ajuda”.

O telefone para entrar em contato com dona Maria da Conceição é: (83) 99405-4335.

Parte do telhado foi destruída

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

VÍDEO

Secretário de João Azevêdo defende aproximação de Dra Paula e Zé Aldemir ao Governo estadual

BRIGA NO CARNAVAL

VÍDEO: Autoridades policiais revelam que suspeitos do crime na Vila Nova em Cajazeiras alegaram vingança

SAÚDE

VÍDEO: Mensagem Empresarial recebe médico radiologista e tira dúvidas sobre os exames por imagem

CRISE NO PSB

VÍDEO: Nonato Bandeira evita dar resposta a Ricardo por determinação de João Azevêdo: “Estamos focado no trabalho”