header top bar

section content

Oração e homenagens lotam cemitérios da cidade de Sousa no dia de finados

Entre os túmulos mais visitados estão dos ex-prefeitos Salomão, Marizinho e da enfermeira Adalgisa Gadelha

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

02/11/2017 às 12h45

O Dia de Finados é celebrado pela Igreja Católica desde o século XIII no dia 02 de novembro.

Segundo o pensador espirita Léon Denis, uma data específica para a comemoração dos mortos foi uma iniciativa das pessoas encarregadas das tarefas de aconselhamento, ensino, jurídicas e filosóficas dentro da sociedade celta, que acreditavam na continuação da existência depois da morte. Reuniam-se nos lares, e não nos cemitérios, no primeiro dia de novembro, para homenagear e evocar os mortos.

Jazigo da família Gadelha no cemitério São João Batista (Foto: Diário do Sertão)

Na cidade de Sousa, sertão do estado, essa manifestação continua bem viva. A estimativa é que em torno de 30 mil pessoas devam passar pelos dois cemitérios existentes na cidade, para realizar homenagens e orações aos seu entes queridos.

A igreja Católica realizou uma programação nas paróquias e cemitérios da cidade de Sousa, realizando missas às 6 horas.

Como todos os anos, os jazigos mais visitados foram dos ex-prefeitos de Sousa, Marizinho Abrantes e Salomão Gadelha, seguido pelo de Dr. Alenice Gadelha, mãe do ex-prefeito André Gadelha e da enfermeira Adalgisa Gadelha.

Durante essa data, além das homenagens, o comércio apoveita para ganhar um dinheiro extra com a venda de flores, velas e escrita em lápides.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

DINHEIRO NO BOLSO

VÍDEO: Show e Prêmios Alô da Sorte realiza mais um sorteio mensal da rodada extra; Saiba quem ganhou

PROFESSORES CONTRATADOS

VÍDEO: Após pressão de vereador, prefeitura de Cajazeiras confirma pagamento de salários atrasados

VIOLÊNCIA SEM PARAR

VÍDEO: Jovem é morto com vários tiros e mulher fica ferida após ser vítima de bala perdida em Cajazeiras

TRAGÉDIA

VÍDEO: Comandante da PM lamenta morte de vereador e diz que assassinos são conhecidos no crime