header top bar

section content

VÍDEO: Cardíaca e quase sem andar, idosa pede ajuda para conseguir se locomover dentro da sua residência

A aposentada de 72 anos precisa de ajuda para realizar alguns reparos na sua casa; o objetivo da obra é facilitar o deslocamento da idosa pela residência

Por Jocivan Pinheiro

03/11/2017 às 14h33

A aposentada Júlia Ângela, de 72 anos, precisa de ajuda para realizar alguns reparos na sua casa, que fica na rua Luiz Paulo Silva, nº 397, Bairro da Esperança, zona sul de Cajazeiras.

O objetivo da obra é facilitar o deslocamento da idosa pela residência, pois ela tem sérios problemas de saúde – resultado de 37 anos de trabalho – que dificultam bastante sua locomoção. Para ir até a cozinha e o quintal ela precisa descer degraus e um terreno desnivelado. É aí que está o maior obstáculo.

Dona Júlia sofre de artrite e artrose graves nos joelhos. Além disso, é cardíaca. Já se submeteu a uma angioplastia, três cateterismos e se prepara para outra cirurgia.

Para descer ao quintal, dona Júlia se apoia nos varais de roupas

Para andar pela casa ela usa uma bengala e se apoia com as mãos nas paredes e nos objetos. Para descer ao quintal, até os varais de roupas servem de suporte, mas o risco de sofrer uma queda é muito grande. Quando não tem quem a ajude, fica difícil até de fazer sua própria comida. Ela se emociona ao falar sobre a situação.

“Eu sinto muito dor. Só quem sabe o que eu estou sentindo é Deus. Eu não tenho condições de fazer nem a minha comida porque a cozinha é muito acidentada e eu não tenho ninguém, só tenho Deus. Às vezes é que as filhas vêm aqui quando têm tempo, porque elas trabalham, e eu fico aqui nessa sala o dia todinho, esperando que venha uma pessoa  para descer comigo para fazer minahas necessidades no banheiro, e assim vou levando, porque eu não tenho condições de arrumar essa casa”.

Dona Júlia faz um apelo para reformar cozinha e quintal da sua casa

Dona Júlia faz um apelo para reformar a cozinha e o quintal. A ideia é deixá-los no mesmo nível do outros cômodos da casa e retirar os degraus da cozinha. A reforma está orçada em cerca de R$ 2.400,00. Quem puder ajudar, deve entrar em contato pelo número (83) 99385-2014 e falar com Eliete Saraiva, vizinha de Dona Júlia.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

COBRA REAJUSTE DE 2018

VÍDEO: Sindicalista elogia Zé Aldemir por salário de professores, mas diz que felicidade é ‘entre aspas’

ANALISAR MELHOR FORMA

Presidente da OAB Nacional diz que irá discutir modelo legal para a questão do armamento no Brasil

PARTICIPE!

Retiro de Carnaval de Pombal recebe adesão de fiéis para a execução do maior evento religioso da cidade

SANTA MARIA

VÍDEO: Faculdade de Cajazeiras é contraponto a injustiças sociais e falta de ‘gentilezas’, diz diretora