header top bar

section content

VÍDEO: Com repasse atrasado, pacientes temem que a hemodiálise pare em Cajazeiras: “Se fechar eu morro”

Segundo a direção da empresa Nephron, que presta o serviço em Cajazeiras, Governo do Estado não repassa o pagamento desde outubro do ano passado

Por Jocivan Pinheiro

18/01/2018 às 07h00 • atualizado em 17/01/2018 às 17h33

Pacientes que fazem tratamento de hemodiálise em Cajazeiras estão temerosos de que a empresa Nephron, que presta o serviço, cancele o contrato com o Governo do Estado e, com isso, o atendimento pare de funcionar.

O medo tem justificativa. É que, segundo a direção da empresa, o Governo do Estado não repassa o pagamento desde outubro do ano passado e se o problema não for resolvido nos próximos dias, a Nephron vai parar de prestar o atendimento.

VEJA TAMBÉM: HRC e Comissão de Direitos Humanos da OAB-CZ esclarecem caso de homem deitado no chão do hospital

O serviço de hemodiálise funciona dentro do complexo hospitalar regional de Cajazeiras de forma terceirizada pelo Estado desde 2015.

“A gente depende dessas máquinas três vezes por semana para sobreviver. Se não fosse essas máquinas eu já tinha morrido há muito tempo. Eu peço que o governador pague”, apelou a paciente Daniela da Costa, que já faz hemodiálise há seis anos.

Promessa de pagamento

De acordo com a Nephron, a Secretaria de Estado da Saúde prometeu regularizar o pagamento até o final desta semana. Enquanto isso, o funcionamento do serviço de hemodiálise está garantido em Cajazeiras.

DIÁRIO DO SERTÃO

COVID-19

VÍDEO: Com dois pacientes graves, Hospital Regional de Patos receberá mais de 25 novos profissionais

TRANSPOSIÇÃO

VÍDEO: Prefeito de São José de Piranhas inaugura distribuição de água pela barragem de Boa Vista

NA PARAÍBA

VÍDEO: Secretaria de Saúde esclarece retirada de equipamentos de hospital, que foi repudiada por padre

AGUARDANDO EXAME

VÍDEO: Idosa de 70 anos morre em Sousa com suspeita de Covid-19, e secretário pede tranquilidade

Recomendado pelo Google:
Conteúdo Protegido!