header top bar

section content

EM SOUSA: Amedrontado, samuzeiro fala pela 1ª vez após tentativa de homicídio e diz que continua sendo perseguido

O funcionário da prefeitura de Sousa contou que o município lhe negou a continuidade do seu tratamento de saúde.

Por Luzia de Sousa

05/02/2018 às 06h30 • atualizado em 05/02/2018 às 08h18

O servidor público, lotado na Secretaria de Saúde de Sousa, Gervásio Bernardo falou pela primeira vez após atentado sofrido na cidade. Ele é motorista do Samu, foi agredido a pauladas e sofreu um tiro na pena em setembro do ano passado.

Veja também:

Prefeito diz que secretária é uma pessoa de paz e revela que polícia foi precipitada em operação

Delegado revela que esposo de secretária de saúde encomendou a morte de servidor do SAMU

Polícia realiza operação na casa de secretária de Sousa

Servidor público de Sousa é agredido a pauladas e sofre tiro na perna

À TV Diário do Sertão, Gervásio revelou esta semana que vive uma “prisão domiciliar”, devido ao trauma sofrido com a tentativa de homicídio.

O funcionário da prefeitura de Sousa contou que o município lhe negou a continuidade do seu tratamento de saúde, tendo que recorrer a outro estado o acesso a assistência médica.

Gervásio conta drama após atentado em Sousa

Ele disse a sua vida social acabou após o atentado, e confidenciou que está sendo perseguido por onde anda. “Fui perseguido a ponto de entrar na contramão, e ainda assim, os elementos me perseguiram até o 14ª batalhão”.

Gervásio explicou que solicitou junto a Justiça proteção, mas lamentou não ver ação concreta do judiciário.

Denúncia
Gervásio Bernardo, é conhecido por usar suas redes sociais para fazer denúncias contra a gestão municipal. Recentemente, o funcionário denunciou perseguição aos servidores do SAMU.  A denúncia culminou na “Operação Mordaça”, que terminou com a prisão de sete pessoas.

DIÁRIO DO SERTÃO

YOUTUBER DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Léo Abreu revela em quais profissões podemos encontrar psicopatas

ESPERANÇA NA POLÍTICA!

VÍDEO: Pastor evangélico fala sobre Bolsonaro: “Ele incorporou o que a sociedade acredita: a família”

ASSISTA!

Arquitetura, urbanismo e direitos humanos marcaram último episódio da temporada do Coisas de Cajazeiras

VÍDEO

Comemorando o dia dos Direitos Humanos, professor fala sobre os avanços da data no Diversidade em Foco