header top bar

section content

VÍDEO: Sindicato lança comitê em Cajazeiras para lutar contra a privatização da água pelo governo Temer

De acordo com o presidente do SINDIÁGUA-PB, o objetivo do Subcomitê é se juntar aos demais comitês para reforçar a luta contra venda do Aquífero Guarani

Por Jocivan Pinheiro

23/02/2018 às 15h50 • atualizado em 23/02/2018 às 15h53

Membros do SINDIÁGUA-PB, sindicato que defende os trabalhadores da Cagepa e também se engaja na defesa dos recursos hídricos do país, estiveram nesta quinta-feira (22) na cidade de Cajazeiras lançando oficialmente o Subcomitê do FAMA (Fórum Alternativo Mundial da Água) para a região do Alto Sertão. O lançamento aconteceu na Câmara Municipal e reuniu sindicalistas, políticos e representantes da sociedade civil organizada.

De acordo com o presidente do SINDIÁGUA-PB, José Reno, o objetivo do Subcomitê é se juntar aos demais comitês estaduais e nacionais para reforçar a luta contra a privatização da água pelo governo Temer, que estaria negociando a venda do Aquífero Guarani para grandes empresas como Coca-Cola, Pepsi e Nestlé.

VEJA TAMBÉM: Plebiscito pode definir o fim da era Daesa em Sousa e devolver a água para a Cagepa, diz sindicato

José Reno, presidente do SINDIÁGUA-PB

Reno explica que o FAMA (que acontecerá entre os dias 17 e 22 de março) será um evento em contraponto ao 8º Fórum Mundial da Água, que vai acontecer em Brasília, do dia 18 ao dia 23 do mesmo mês. Os sindicalistas alertam que o objetivo implícito do presidente Michel Temer neste fórum seria fechar acordos com empresas interessadas nos recursos naturais do Brasil.

“O efeito dessa reunião com as grandes corporações nada mais é do que abocanhar o que a gente chama de reserva estratégica brasileira, que é o Aquífero Guarani”, afirma o presidente do SINDIÁGUA-PB.

Vereador Marcos Henriques e o deputado estadual Jeová Campos

O vereador Marcos Henriques (PT), da capital João Pessoa, disse que a política do governo Temer com o capital financeiro internacional ameaça a maioria dos bens públicos, inclusive a água.

“A água que é um bem muito precioso está sendo privatizada. Essa política do governo Temer é muito nociva e nós temos que estar preparados. Temos que ter uma alternativa para dizer que nós não iremos permitir que a água seja privatizada”.

Chico Mendes, prefeito de São José de Piranhas

O único prefeito da região que participou do evento foi Chico Mendes (PSB), da cidade de São José de Piranhas, que enfatizou a crise hídrica que a região de Cajazeiras enfrenta.

“Há um ano e dois meses eu estou sofrendo na pele essa dor e conhecendo profundamente como é importante a água na vida das pessoas, dos municípios, de um estado, de um país. Se as pessoas tivessem a experiência que eu estou vivendo, provavelmente estriam aqui também”.

DIÁRIO DO SERTÃO

ENTREVISTA ESPECIAL

DIA DO MÉDICO: Um dos médicos mais respeitados de Cajazeiras relata fatos marcantes do seu ‘sacerdócio’

RESULTADOS MARCANTES

VÍDEO: Na capital, jornalista cajazeirense avalia vitória de Azevêdo e derrota de Cássio: “Foi um marco”

ACONTECE EM NOVEMBRO

VÍDEO: Secretária da Prefeitura e gerente do Sebrae dão detalhes sobre a feira Expo Negócios Cajazeiras

EPISÓDIO 5

VÍDEO: Programa Coisas de Cajazeiras especial reverencia os mestres na arte de educar: os professores