header top bar

section content

Sudema vistoria área onde ficará cemitério da zona norte e prefeitura agiliza início das obras

Atualmente, estão sendo desenvolvidos e agilizados os documentos necessários para requerer a licença prévia e de instalação.

Por Luzia de Sousa

11/04/2018 às 14h35

Prefeitura prepara início das obras no novo cemitério

Técnicos da Sudema (Superintendência de Administração do Meio Ambiente) realizaram, nesta terça-feira (10), uma vistoria na área onde será construído o cemitério da zona norte de Cajazeiras. A visita dos técnicos atendeu ao processo que solicita a supressão vegetal da área em questão, visto que isso é um pré-requisito para requerer a licença de instalação do referido cemitério na área.

Atualmente, estão sendo desenvolvidos e agilizados os documentos necessários para requerer a licença prévia e de instalação. Após a emissão da licença, e junto da autorização de supressão da área, serão iniciados os trabalhos da construção do cemitério da zona norte.

Todo esse processo segue o tempo de atendimento da Sudema, órgão ambiental do Estado. A prefeitura vem realizando sua parte para concretização do projeto e início das obras.

O prefeito Zé Aldemir, atendendo reivindicação antiga da população, adquiriu uma área de terra para construção do cemitério da zona norte da cidade, que beneficiará a numerosa população daquela área em Cajazeiras.

O terreno onde será construído o novo cemitério possui uma área de 2,8 hectares, o equivalente a 28.000 m², e fica localizado no Bairro Pio X, vizinho ao Loteamento Margarida Martins de Araújo.

Assessoria

Recomendado para você pelo google

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: Se reforma da Previdência não cortar privilégios, sociedade deve ‘gritar’ contra ela, diz padre

INFRAESTRUTURA

VÍDEO: Chuvas destroem ruas de Cajazeiras que não são pavimentadas e moradores cobram ação da Prefeitura

VETERANO DA MÚSICA

VÍDEO: Em Cajazeiras, cantor de renome nacional critica sertanejo universitário: “Virou uma baderna”

COBRA REAJUSTE DE 2018

VÍDEO: Sindicalista elogia Zé Aldemir por salário de professores, mas diz que felicidade é ‘entre aspas’