header top bar

section content

Diretor de Gestão da Aesa revela situação dos açudes da PB e faz alerta: “Não temos água para estragar”

Segundo a Aesa, 19 reservatórios da Paraíba estão em Situação Crítica (menor que 5% do seu Volume Total).

Por Luzia de Sousa

08/06/2018 às 18h03 • atualizado em 08/06/2018 às 18h24

O diretor de Gestão da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa), Valdemir Azevedo em entrevista à TV Diário do Sertão nesta sexta-feira (8), afirmou que a situação hídrica da Paraíba é confortável, mas alertou aos consumidores.

De acordo com Azevedo, o estado foi beneficiado com boas chuvas, o que possibilitou recargas em vários mananciais, especialmente no Sertão da Paraíba

“A gente não tem água para estragar, e a gente pode dizer que vai ter água por pelo menos 18 menos garantidos para a população”, destacou o diretor da Aesa.

Para Azevedo, o consumo de água para uso animal e projetos de irrigação devem ser avaliados. “Não estamos em situação crítica, nós estamos em uma situação que dá certa estabilidade”, ponderou ele.

Açudes
Segundo a Aesa, seis reservatórios da Paraíba estão sangrando, 70 estão com capacidade superior a 20% do seu volume total, 32 estão em observação (menor que 20% do seu volume total) e 19 estão em Situação Crítica (menor que 5% do seu Volume Total).

DIÁRIO DO SERTÃO

VÍDEO: Psicologia no Ar recebe diretores e psicóloga de organização que promove cidadania em Cajazeiras

NOVIDADES

Xeque-Mate visita lançamento do novo plano da Eletrosorte, que firmou parceria com gigante dos seguros

FUTEBOL DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Dirigentes e ex-jogadores relembram histórias marcantes do Duque de Caxias, que completou 50 anos

VÍDEO: Programa de rádio que é sucesso na região de Campina fecha parceria com emissora de Cajazeiras