header top bar

section content

OUÇA: Superintendente do Dnit fala de melhorias em rodovias do Sertão, anuncia limpeza e sinalização

Ele disse que muitas vezes o Dnit não sabe dos problemas que estão ocorrendo nas rodovias, e pediu que a população comunique ao órgão.

Por Luzia de Sousa

26/09/2018 às 16h59 • atualizado em 26/09/2018 às 17h02

Dnit iniciou os trabalhos na Comunidade de de Tanques (Foto: João Andrade)

Em visita a cidade de Poço Dantas, Sertão da Paraíba, o Superintendente Regional do Dnit no Estado da Paraíba, Francisco Pereira falou sobre as melhorias na BR 434 e 405.

O superintende prestou entrevista ao radialista João Andrade e falou sobre os serviços que foram iniciados nessa terça-feira (25), na comunidade de Tanques, onde 15 quilômetros serão recuperados.

De acordo com Francisco Pereira, os trabalhos de tapa-buraco, pintura de meio fio e sinalização serão estendidos por outros trechos da rodovia.

“A conservação da nossa malha federal é uma preocupação nossa, e após o fechamento desse contrato vamos liquidar todos os tapa-buracos, limpeza de sarjetas, pinturas de meio fio e a sinalização, tanto horizontal quanto vertical”, anunciou Francisco Pereira.

Francisco Pereira esteve em Poço Dantas nessa terça-feira (Foto: João Andrade)

Em Poço Dantas, o superintende explicou que o Dnit vai realizar uma melhoria significativa para cidade no trecho da rodovia federal.

Ele disse que muitas vezes o Dnit não sabe dos problemas que estão ocorrendo nas rodovias, e pediu que a população comunique ao órgão que tem sede em Patos, ou através da Ouvidoria.

Ouça áudio do radialista João Andrade!

DIÁRIO DO SERTÃO

ASSISTA!

Arquitetura, urbanismo e direitos humanos marcaram último episódio da temporada do Coisas de Cajazeiras

VÍDEO

Comemorando o dia dos Direitos Humanos, professor fala sobre os avanços da data no Diversidade em Foco

SERTÃO PRESTIGIADO

VÍDEO: Com cajazeirense na vice-presidência, OAB-PB empossa os eleitos para comandar a instituição

ÁGUA

VÍDEO: Prefeito de Santa Helena inaugura barragem na comunidade São Bento e açude já acumula água