header top bar

section content

#ELENÃO: Mulheres vão às ruas de Cajazeiras protestar contra o candidato à presidência Jair Bolsonaro

Manifestantes percorreram ruas do Centro demonstrando repúdio ao candidato conhecido também pelo seu posicionamento considerado misógino

Por Jocivan Pinheiro

29/09/2018 às 17h24 • atualizado em 29/09/2018 às 17h26

Grupo se concentrou em frente à Igreja N. S. de Fátima e depois saiu pelas ruas

Na onda do movimento #EleNão que ganhou o Brasil e o mundo, centenas de manifestantes liderados por mulheres foram às ruas de Cajazeiras na manhã deste sábado (29) para protestarem contra o candidato à presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL).

Com cartazes, faixas, bottons e camisas personalizadas, os manifestantes percorreram algumas ruas do Centro demonstrando repúdio ao candidato Jair Bolsonaro, conhecido também pelo seu posicionamento considerado misógino.

Ao longo da sua carreira política, Bolsonaro coleciona atitudes e declarações que ameaçam, agridem e denigrem as mulheres. Essa postura resultou no crescimento do movimento #EleNão, cujos objetivos principais são conscientizar as pessoas a não votarem nele e também mostrar que as mulheres unidas podem evitar, pelo voto, a sua eleição.

#EleNão no mundo

Passeatas e outras manifestações do movimento #EleNão aconteceram em grandes e pequenas cidades brasileiras, bem como em vários outros países. Ao longo da semana, diversos artistas internacionais demonstraram apoio à campanha, a exemplo da rainha do pop, Madonna.

VEJA TAMBÉMBrasileiros que conviveram com ex-esposa de Bolsonaro confirmam ameaças

Manifestantes percorreram ruas do Centro em repúdio ao candidato Jair Bolsonaro

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

COBRA REAJUSTE DE 2018

VÍDEO: Sindicalista elogia Zé Aldemir por salário de professores, mas diz que felicidade é ‘entre aspas’

ANALISAR MELHOR FORMA

Presidente da OAB Nacional diz que irá discutir modelo legal para a questão do armamento no Brasil

PARTICIPE!

Retiro de Carnaval de Pombal recebe adesão de fiéis para a execução do maior evento religioso da cidade

SANTA MARIA

VÍDEO: Faculdade de Cajazeiras é contraponto a injustiças sociais e falta de ‘gentilezas’, diz diretora