header top bar

section content

VÍDEO: Igreja evangélica distribui alimentos e roupas para famílias carentes em bairro de Cajazeiras

Essa foi a primeira ação da recém-criada Associação Pastor Francisco Gonçalves

Por Jocivan Pinheiro

15/10/2018 às 16h13

Conhecida por realizar ações sociais paralelamente à pregação do Evangelho, a Igreja Evangélica Real de Deus Pentecostal promoveu neste final de semana uma ação social no bairro Vila Nova, em Cajazeiras.

Na sua sede, a igreja doou alimentos e roupas para famílias carentes. A movimentação foi intensa durante a manhã do sábado (13). Essa foi a primeira ação da recém-criada Associação Pastor Francisco Gonçalves.

“A Palavra de Deus diz que a fé sem a obra torna-se morta, então nós estamos associando aqui nossa fé à obra. A fome não espera para amanhã, então nós estamos fazendo a nossa parte através da associação”, ressaltou Roberto Soares, presidente da Associação Pr. Francisco Gonçalves.

VEJA TAMBÉMIgreja comemora 4º aniversário em Cajazeiras e pastor anuncia nova filial na periferia

No domingo, culto festivo na sede da igreja celebrou o êxito da ação

Na noite do domingo um grande culto festivo na sede da Igreja Evangélica Real de Deus Pentecostal celebrou o êxito da ação e comemorou o sucesso da associação.

“Isso é um dever nosso, partir nosso pão com nosso semelhante. Eu não me sinto feliz com a minha mesa farta e vendo a mesma do meu irmão vazia. Graças a Deus a obra está crescendo, está andando e eu estou muito satisfeito”, destacou o pastor Francisco Gonçalves.

Fotos

DIÁRIO DO SERTÃO

OS CIRENEUS DO CAMINHO

VÍDEO: Programa Mensagem de Esperança reflete sobre imunização espiritual e como lidar com adversários

'MENSAGEM DE FÉ'

VÍDEO: Padre apresenta programa especial na TV sobre a tradicional Festa de Dom Bosco em Cajazeiras

'OPINIÃO DO CIDADÃO'

VÍDEO: Em Cajazeiras, presidente da OAB-PB diz ser contra posse de arma: “Índices de mortes aumentam”

PROPRIEDADES EMBARGADAS

VÍDEO: Impedidos de plantar, agricultores de Cajazeiras acusam IBAMA de excessos na aplicação de multas