header top bar

string(13) "diario-sertao"

section content

VÍDEO: “Não transformo gestão em disputa de cargos”, afirma João Azevêdo sobre ‘brigas’ em Cajazeiras

Governador eleito da Paraíba prestou entrevista exclusiva à TV Diário do Sertão e comentou sobre disputas por cargos estaduais que causaram mal-estar no grupo

Por Jocivan Pinheiro

25/10/2018 às 15h49 • atualizado em 25/10/2018 às 15h57

O governador eleito da Paraíba, João Azevêdo (PSB), prestou entrevista exclusiva à TV Diário do Sertão, onde agradeceu aos paraibanos, em especial aos sertanejos, pela sua expressiva votação e antecipou alguns de seus projetos para cada microrregião do Sertão do estado. Entre os diversos assuntos da entrevista, João Azevêdo comentou sobre as ‘brigas’ por cargos estaduais em Cajazeiras.

O repórter e apresentador José Dias Neto, da TV e portal Diário do Sertão e do Blog do José, suscitou Azevêdo a comentar sobre declarações do deputado estadual reeleito Jeová Campos (PSB), que quer propor ao novo governador mudanças na direção de alguns órgãos estaduais em Cajazeiras.

João Azevêdo respondeu que ‘acomodação’ de cargos é uma preocupação secundária para ele. O mais importante é que os serviços públicos estejam sendo prestados com satisfação. “Eu não transformo gestão pública numa disputa interna de cargos. Não é essa a leitura que eu faço.”

José Neto perguntou se o PSB já vislumbra nomes para disputar a prefeitura de Cajazeiras em 2022. Azevêdo antecipou que o partido vai apoiar um nome, mas que ainda é muito cedo para projetar cenário.

VEJA MAISRicardo agradece eleitores, critica ‘brigas’ por cargos e diz qual será seu futuro político

DIÁRIO DO SERTÃO

BLACK FIADO

VÍDEO: Conheça a versão mais popular da Black Friday que agita o comércio de Cajazeiras durante 30 dias

DESTAQUES DA SEMANA

VÍDEO: Repercussão da entrevista de José Aldemir encabeça as polêmicas do Direto ao Ponto desta terça

PROGRAMA DE MÚSICA

VÍDEO: Confira as novidades que vêm aí na nova temporada do Acústico Diário com cantor cajazeirense

VÍDEO

Secretário responde a sindicato e diz que acusações contra prefeito de Cajazeiras podem parar na Justiça