header top bar

section content

LAMENTÁVEL: professor sousense não resiste a cirurgia no cérebro e morre em Hospital de Campina Grande

O velório está sendo realizado no sítio Mãe D’água e a missa de corpo presente será às 16h na casa do professor Reginaldo

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

03/11/2018 às 09h15 • atualizado em 03/11/2018 às 13h45

Professor Reginaldo morreu aos 60 anos (foto: arquivo familiar)

Morreu na madrugada desta sexta-feira (02) no Hospital Antônio Targino em Campina Grande, o professor sousense Reginaldo Dias de Sousa, de 60 anos. Ele estava internado e realizou uma cirurgia de retirada de aneurisma, mas, não resistiu e veio a óbito.

Segundo familiares, Reginaldo Dias, morava no Sítio Mãe D’água, zona rural do município de Sousa, Sertão da Paraíba, fundou a Escola Municipal Maria Raquel Pinto, exerceu cargo de diretor por vários anos e atualmente era professor. Além de atuar na educação, o sousense também era proprietário de uma quadra de eventos festivos conhecida como a “Quadra do Professor Reginaldo”.

O velório está sendo realizado no sítio Mãe D’água e a missa de corpo presente será às 16h na casa de Reginaldo, em seguida acontecerá o sepultamento no cemitério São João Batista, na cidade de Sousa.

Professor Reginaldo ao lado dos familiares (foto: arquivo familiar)

Reginaldo era professor há vários anos (foto: arquivo familiar)

Professor Reginaldo morreu aos 60 anos (foto: arquivo familiar)

Professor Reginaldo morava no Sítio Mãe D’águ (foto: arquivo familiar)

Professor Reginaldo ao lado dos amigos (foto: arquivo familiar)

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

EVENTOS ATÉ DIA 06/12

VÍDEO: Prefeito de Monte Horebe anuncia pagamento de servidores e programação do aniversário da cidade

ESTELIONATO

VÍDEO: Após dois golpes em banco de Cajazeiras, advogado mostra como vítimas devem buscar seus direitos

FIQUE POR DENTRO

Radialista sousense fala das condenações de ex-prefeitos e visita da PF na casa de empresário no Sertão

6ª EDIÇÃO DO EVENTO

VÍDEO: Mesa Redonda da Faculdade Santa Maria discute direitos e diversidade humana; veja como participar