header top bar

section content

VÍDEO: Empresa de energia solar já gerou 800 empregos no Sertão da Paraíba; escola pública é beneficiada

A previsão é aumentar a produção, que será possível atender uma cidade do porte de Campina Grande.

Por Luzia de Sousa

30/12/2018 às 14h34 • atualizado em 30/12/2018 às 14h36

Uma escola pública no Sertão da Paraíba usa energia solar e não sofre mais com o calor. Na caatinga, os painéis instalados se movem como girassóis.

O gerente de obra, André Brayner explicou que o nível de irradiação da cidade é muito alto, dentro de um local que é um dos mais altos do país. Toda energia vai para linhas de transmissão.

Com as usinas em funcionamento vai ser possível atender uma cidade de até 150 mil habitantes e a previsão é aumentar a produção, que será possível atender uma cidade do porte de Campina Grande. A empresa já gerou 800 empregos na Região de Coremas.

Na Escola Estadual Chiquinho Cartaxo em Sousa, os alunos se preparam para a área de energia solar.

A escola funciona com energia solar. Lá tem 12 placas instaladas. O presidente da Comissão de Energias Renováveis, César Nóbrega disse que o benefício não se restringe apenas a economia de energia, mas faz os profissionais refletirem temas de mudanças climática e outros assuntos.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

FICOU PRESO ÀS FERRAGENS

PRF conta detalhes do acidente que vitimou vendedor da Região de Cajazeiras e deixou mulher ferida

VÍDEO

Aliado do governador bate de frente com presidente da CDL e garante funcionamento do IPC em Cajazeiras

NOVOS RUMOS

VÍDEO: Em Patos, assembleia da Paraíba debate sustentabilidade e desenvolvimento regional no Sertão

SUCESSO

VÍDEO: Mensagem Empresarial mostra história de um dos maiores empresários e empreendedores de Cajazeiras