header top bar

section content

Grande incêndio atinge comunidades rurais e assusta estudantes de Instituto Federal, na região de Sousa

Os alunos ficaram assustados com a fumaça que acabou invadindo parte do Campus, chegando até o Hospital Veterinário.

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

05/11/2019 às 15h14

A fumaça foi vista por boa parte do campus do Instituto

Nesta terça-feira (05), um incêndio de grandes proporções atingiu um matagal próximo a rodovia da cidade de São José da Lagoa Tapada, região de Sousa, Sertão da Paraíba.

Segundo informações de moradores, o fogo atingiu uma área de vegetação seca, e sua fumaça tóxica invadiu comunidades rurais e chegou próximo ao Instituto Federal da paraíba (IFPB) de São Gonçalo.

VEJA TAMBÉM!

+ VÍDEO! Incêndio de grandes proporções atinge comunidades rurais e preocupa moradores na região de Sousa

Os alunos ficaram assustados com a fumaça que acabou invadindo parte do Campus, chegando até o Hospital Veterinário.

As chamas e a grande fumaça preta foram vistas por toda a região e têm incomodando a população e causando danos à saúde.

O Corpo de Bombeiros foi acionado as e equipes de combate a incêndio e resgate estão no local tentando combater as chamas. Os militares do corpo de bombeiros ainda não informaram o que causou o incêndio.

Esse é o segundo incêndio que acontece na região.

PERIGOS DE INALAR FUMAÇA
De acordo com especialistas na área da saúde, inalar fumaça de incêndio pode causar desde queimaduras nas vias aéreas, asfixia e até o desenvolvimento de doenças respiratórias como bronquiolite ou pneumonia, devido a presença de gases, como monóxido de carbono, e outras pequenas partículas que são arrastadas pela fumaça até aos pulmões, onde causam irritação dos tecidos e causam inflamação.

A exposição à essa fumaça traz um maior risco de problemas em crianças e idosos, devido à fragilidade do sistema imune, e em pessoas com doenças respiratórias crônicas, como asma e doença pulmonar obstrutiva crônica, ou com doenças cardíacas.

QUANDO PROCURAR AJUDA?
Devem procurar ajuda nos hospitais, os populares que estiverem com tosse seca muito forte; chiado no peito; dificuldade em respirar; tonturas, enjoos ou desmaio; boca e pontas dos dedos arroxeadas ou azulados.

Além disso, qualquer pessoa que tenha ficado exposta a fumaça de um incêndio por mais de 10 minutos sem qualquer tipo de equipamento próprio, também deve ir ao hospital, para ficar em observação durante 24 horas.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

VÍDEO

ASSISTA: Em Sousa, humorista chama o desconhecido por outro nome e causa confusão em Mercado Público

"SÓ PODE LULA?"

VÍDEO: Bolsonaristas defendem 2ª instância, mas não querem amigos presos pela Andaime, diz colunista

PERIGO

VÍDEO: Preocupado com incêndios em Cajazeiras, chefe dos Bombeiros alerta sobre limpar terreno com fogo

PARA ATRAIR TURISTAS

VÍDEO: Bom Jesus realiza 1º Encontro de Motocross com sucesso, e prefeito promete investir no evento