header top bar

section content

SESI realizará mostra para divulgar produção científica dos alunos da cidade de Sousa

Esta edição da MIC tem como tema “A robótica como o futuro da educação”

Por Diário do Sertão com FIEP

12/11/2019 às 09h42

Esta edição da MIC tem como tema “A robótica como o futuro da educação”

Nesta quarta-feira (13), a Escola SESI José de Paiva Gadelha, na cidade de Sousa, Sertão do estado, realizará a edição 2019 da Mostra de Iniciação Científica – MIC. A programação acontecerá das 09h às 16h, e reunirá 11 projetos de iniciação científica desenvolvidos por alunos sob a supervisão dos professores.

Esta edição da MIC tem como tema “A robótica como o futuro da educação”. O objetivo do evento é incentivar a iniciação científica no ensino médio através de projetos que envolvem as temáticas de pesquisa, inovação, tecnologia, inteligência artificial, ideias sustentáveis, indústria 4.0, entre outros.

Na programação serão realizados também minicursos na área de robótica e gamificação. As inscrições são gratuitas e destinadas a alunos de 9º ano do fundamental e 1º ano do ensino médio.

Os projetos apresentados durante a Mostra serão avaliados por uma comissão científica composta por doutores, mestres e especialistas que tem experiência em iniciação científica e pesquisa. Os visitantes poderão votar no projeto que mais se identificou, através de uma urna eletrônica que simula uma eleição. E os projetos mais votados receberão premiações.

A MIC será aberta ao público. Informações adicionais podem ser obtidas através do telefone: (83) 3521 3100.

Recomendado para você pelo google

VÍDEO

Governador rebate declaração de Gervásio Maia: “É mentira. A Cagepa vai continuar uma empresa pública”

ESPORTE E EDUCAÇÃO

VÍDEO: Colégio Nossa Senhora do Carmo, em Cajazeiras, encerra o ano letivo 2019 com Olimpíadas Internas

ORÇAMENTO DEMOCRÁTICO

VÍDEO: Conselheiros do OD se confraternizam em Cajazeiras e já iniciam debates sobre as ações para 2020

EDUCAÇÃO E EMPREGO

VÍDEO: Mensagem Empresarial recebe coordenadora e estudantes do Núcleo de Empregabilidade da FSM