header top bar

section content

Após 13 dias internada em Campina Grande, sertaneja não resiste a queimaduras e vai a óbito

A sertaneja da Paraíba estava internada desde o último dia 26 de novembro, após sofrer queimaduras causadas por explosão de um botijão de gás.

Por Luzia de Sousa

10/12/2019 às 08h47 • atualizado em 10/12/2019 às 08h49

Helena faleceu em Campina Grande (Foto: Arquivo pessoal)

Morreu nessa segunda-feira (09) no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, Helena Vicente da Silva, 46 anos, natural do Sítio Caatinga Grande, município de Igaracy, no Vale do Piancó.

VEJA MAIS: Assalto aos Correios no Vale do Piancó e tentativa de assalto na região de Cajazeiras movimentam a PM

A sertaneja da Paraíba estava internada desde o último dia 26 de novembro, após sofrer queimaduras causadas por explosão de um botijão de gás que estava vazando na residência dela.

A mulher estava na casa quando o botijão de gás que estava vazando explodiu. O sobrinho da vítima, Gerson Inácio da Silva, 23 anos também estava no local durante o acidente e morreu no dia 28 de novembro.

Helena chegou a ser levada para o Hospital de Piancó, mas devido a gravidade foi transferida para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, mas após 13 dias ela foi a óbito.

Como ficou o botijão (Foto: Diamante Online)

A família não informou sobre o velório e sepultamento de Helena.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

INSEGURANÇA

VÍDEO: Mototaxistas tomam ruas do Centro de Cajazeiras em protesto contra onda de assaltos à categoria

PERÍODO DE DEFESO

VÍDEO: Pescador denuncia pesca ilegal em açudes de Cajazeiras e cobra providências das autoridades

INVESTIMENTO

VÍDEO: Estado planeja regionalizar saúde para ajudar o HRC e outros hospitais do Sertão, diz secretário

ATLÉTICO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Ederson admite que finalizações precisam melhorar e antecipa escalação contra o São Paulo Crystal