header top bar

section content

VÍDEO: Secretário fala sobre reformas em escolas do Sertão, problemas com água e reclamação de merenda

Cláudio Furtado prestou entrevista à TV Diário do Sertão para fazer um balanço das ações nesta área e também respondeu a perguntas de jornalistas do Sertão

Por Jocivan Pinheiro

04/03/2020 às 15h19 • atualizado em 04/03/2020 às 15h29

O secretário de Educação da Paraíba, Cláudio Furtado, prestou entrevista à TV Diário do Sertão para fazer um balanço das ações do Governo do Estado nesta área e também respondeu a perguntas de jornalistas de várias cidades do Sertão.

Começando por Cajazeiras, Furtado falou sobre a demora para concluir a reforma do Colégio Manoel Mangueira; explicou que a 9ª Gerência Regional de Educação já providenciou carro pipa para abastecer a escola técnica que havia ficado sem água nos últimos dias e garantiu que vai checar a informação de que alunos estariam reclamando da qualidade da merenda em algumas escolas.

Uiraúna

Com parte do muro caído e a estrutura física ameaçada, o Colégio Doutor José Duarte Filho precisa ser reformado. Sobre essa demanda, o secretário respondeu que o processo licitatório para a obra está sendo resolvido, assim como a questão do atraso no pagamento do aluguel do imóvel onde a escola funcionou provisoriamente no ano passado.

Conceição

Cláudio Furtado disse que a reforma do Colégio Maestro José Siqueira está avançando dentro do que foi projetado e ela poderá ser entregue no segundo semestre deste ano.

VEJA TAMBÉM

Professores e gestores debatem metas e estratégias para o ano letivo do Colégio Dom Moisés

Escola Estadual Professor Manoel Mangueira, em Cajazeiras

Sousa

O secretário avisou que parte da reforma da Escola Celso Mariz já foi realizada e a obra de construção do ginásio foi licitada, faltando ainda a pavimentação do acesso e a revisão elétrica para climatização.

Ainda segundo ele, os aparelhos de ar condicionado para a Escola Estadual Batista Leite estão sendo providenciados, cinco escolas da região de Sousa estão para serem entregues e outras estão no plano de prioridade de obras do Governo do Estado.

Pombal

Cláudio Furtado esclareceu que a Escola Arruda Câmara não se tornou integral como outras que são menores porque os critérios nem sempre levam em conta primeiramente a estrutura, mas sim a implantação do sistema integral com um projeto pedagógico.

Ele explica que quando uma escola se torna integral ela entra na lista de prioridades do governo para que, consequentemente, seja reformada, ampliada e equipada. Segundo Cláudio Furtado, às vezes é mais fácil implantar o sistema integral em uma escola com menos alunos.

O secretário também explicou que a Paraíba não aderiu ao Programa Nacional de Escolas Cívico-Militares do Governo Federal porque não foi passado o modelo pedagógico e também porque o Governo do Estadio não vê necessidade de implantar esse sistema em todas as escolas.

DIÁRIO DO SERTÃO

NO CEARÁ

VÍDEO: Lavras da Mangabeira monitora 17 casos suspeitos de Covid-19; advogado fala das ações da saúde

AJUDA

VÍDEO: Empresa do Vale do Piancó cria protetor facial para profissionais que combatem o coronavírus

LÍDER GERAL

VÍDEO: Marina Duarte esclarece se o Atlético será campeão paraibano antecipado por causa da epidemia

NO RIO GRANDE DO NORTE

EXCLUSIVO: Irmão da vítima fatal mais jovem do coronavírus no Brasil relata últimos momentos do jovem

Recomendado pelo Google:
Conteúdo Protegido!