header top bar

section content

VÍDEO: Comerciantes lamentam prejuízo com fechamento do Mercado Central de Sousa e solicitam ajuda

Localizado no Centro da cidade de Sousa, Alto Sertão paraibano, o Mercado Central é uma das vítimas no que tange a questão econômica do novo coronavírus

Por Jucélio Almeida

04/04/2020 às 10h26 • atualizado em 04/04/2020 às 13h08

Localizado no Centro da cidade de Sousa, Alto Sertão paraibano, o Mercado Central é uma das vítimas no que tange a questão econômica do novo coronavírus.

São cerca de 150 comerciantes que atuam dentro e fora do mercado trabalhando com grande variedade de produtos que vão desde roupas, calçados, artigos manufaturados a alimentos. Porém, seguem com seus estabelecimentos lacrados há mais de 15 dias.

Os tarimbeiros, como são chamados os proprietários de lojas do Mercado Central, são responsáveis por uma parcela importante da arrecadação tributária, da renda e da geração de empregos na cidade de Sousa.

Com as portas fechadas devido ao isolamento social, medida que visa barrar o avanço da Covid 19, o mercado hoje se enquadra num processo implacável de retrocesso econômico baseado na falta da oferta e da procura, cujo resultado é desemprego e escassez da circulação de recursos.

Mercado Público Central de Sousa (PB)

Para o comerciante Luiz Torres Cacau, a situação tem sido difícil e muitos são os tarimbeiros que correm sério risco de perder seus estabelecimentos.

“Estamos sem trabalhar, porém, os compromissos financeiros continuam chegando. É o colégio dos filhos, a energia, a água para pagar, as duplicatas. E o risco de não receber o que se deve”.

VEJA MAISPrefeito de Sousa autoriza reabertura do Mercado Central, salões de beleza e academias

Torres enfatizou a necessidade de se cumprir as determinações do Ministério da Saúde baseadas no isolamento, mas apelou à Prefeitura para que algo fosse apresentado como forma de minimizar o drama dos comerciantes do Mercado Central.

“Uma alternativa interessante seria a abertura de uma linha de crédito para que possamos dar conta de nossos compromissos e assim nos dar condições de continuar com nossas atividades quando tudo isso passar”.

O outro lado

O prefeito de Sousa, Fábio Tyrone, informou na noite desta sexta-feira, 03, que vai autorizar a partir da próxima segunda-feira, 06, a reabertura do Mercado Central, anexo e galerias, com as lojas funcionando de forma alternada, ou seja, quem abrir na segunda-feira, por exemplo, no dia seguinte deverá fechar.

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
PEDE COLETIVIDADE

VÍDEO: Presidenta da Associação Médica diz que é preciso ‘descer do palanque’ para combater a pandemia

OPINIÃO DO RELIGIOSO

VÍDEO: Padre cajazeirense diz que é a favor das igrejas permanecerem fechadas por causa da pandemia

SEM RESOLUÇÃO

VÍDEO: Moradores voltam a pedir providência para terreno baldio, buracos e lama em rua de Cajazeiras

BOM INVERNO

VÍDEO: após fortes chuvas, barreiros enchem e voltam a transbordar na região de Sousa

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!