header top bar

section content

Idosa da região de Catolé do Rocha que contraiu raiva ao ser mordida por raposa morre em Hospital de JP

A Secretária de Estado da Saúde (SES) confirmou que esse é o primeiro caso de raiva humana registrado na PB nos últimos 5 anos

Por Campelo Sousa

14/07/2020 às 14h18

A mulher passou um pouco mais de um mês internada

Uma senhora de 68 anos, que acabou contraindo raiva humana após ser mordida por uma raposa, não resistiu e faleceu nesta segunda-feira (13) em um hospital de João Pessoa morreu na tarde de segunda-feira (13), em João Pessoa. A informação foi confirmada pela assessoria do Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW-UFPB), onde a vítima estava internada desde o dia 10 de junho.

VEJA TAMBÉM

Idosa da região de Catolé do Rocha está internada em João Pessoa após ser mordida por raposa

A idosa era da cidade de Riacho dos Cavalos, na região de Catolé do Rocha, no Sertão do estado. Ela foi mordida por uma raposa no dia 08 de abril, foi atendida em uma unidade básica de saúde do município, mas devido a gravidade do caso, no dia 10 de junho ela acabou sendo transferida em estado grave no Hospital Universitário Lauro Wanderley em João Pessoa.

O resultado do exame laboratorial que confirmou a doença. A Secretária de Estado da Saúde (SES) confirmou que esse é o primeiro caso de raiva humana registrado na Paraíba nos últimos cinco anos.

DIÁRIO DO SERTÃO

DECISÃO POLÊMICA

EXCLUSIVO: Padre excomungado pela Diocese de Cajazeiras revela por que trocou de Igreja Católica

ASSISTA

Médico revela que o único teste que detecta o novo coronavírus é o RT-PCR: “Já cansei de dizer aqui”

ÁGUA COM DONO?

VÍDEO: Gerente da Cagepa critica nova lei do saneamento de Bolsonaro e lamenta situação dos lixões

SURPREENDEU

VÍDEO: Vereador de Umari-CE pelo PT afirma que Bolsonaro mudou postura na pandemia após críticas

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!