header top bar

string(13) "diario-sertao"

section content

GANHOU: Cidade do Sertão consegue incluir quase 700 famílias no Programa ‘Bolsa Família’

O trabalho de averiguação cadastral garantiu ao Município a inclusão de mais de 600 famílias.

Por

23/10/2015 às 17h43

O trabalho de averiguação cadastral garantiu ao Município a inclusão de mais de 600 famílias.

A Secretaria de Desenvolvimento Social de Patos concluiu em Outubro o trabalho de atualização cadastral iniciado no último mês de Agosto,aos beneficiários do programa Bolsa Família, após a visita técnica em domicílio, realizada pelas equipes, a 2,5 mil famílias. O trabalho de averiguação cadastral garantiu ao Município a inclusão de mais de 600 famílias no programa, que estavam dentro do perfil do programa Bolsa Família.

Veja também:

?Gestor, esposa, empresária, funcionários e até defunta recebem Bolsa Família no Sertão

?Empresários podem estar recebendo o bolsa família em Sousa, coordenador avisa: “Vão ter que devolver tudo”

Segundo a secretária de Desenvolvimento Social, Helena Wanderley, o objetivo do trabalho foi garantir o direito ao benefício às famílias em situação de vulnerabilidade. “As visitas realizadas pelas equipes da Secretaria, cumpriram com êxito a necessidade de averiguar a situação de cada beneficiário, tendo como foco, a lista de famílias relacionadas pelo Ministério de Desenvolvimento Social e também a realização da atualização de cadastros de pessoas que estavam há mais de dois anos,sem realizar o procedimento exigido”, antecipou.

Helena Wanderley enfatizou a importância dos beneficiários acompanharem sua situação cadastral, junto a Secretaria de Desenvolvimento Social. “As visitas domiciliares são importantes pela verificação da situação do beneficiário. Além disso, existe ainda, o processo de desligamento voluntário, quando a pessoa deixa sai do perfil do programa e comunica, dando oportunidade para inserção de novas famílias. Esse esclarecimento é necessário, porque muitos beneficiários não atualizam sua situação cadastral e acabam bloqueados pelo próprio sistema do programa”, ressaltou.

A atualização cadastral precisa ser realizada a cada dois anos ou quando houver qualquer alteração das informações fornecidas pela família, exemplo, mudança de endereço, mudança de escola ou na renda familiar. “Muitos dos beneficiários se mudam e não informam a mudança de endereço, o que provoca uma situação de desinformação, uma vez que o ministério faz o envio de correspondências e nem sempre essas correspondências são entregues aos destinatários. A orientação é que independente da visita realizada por nossas equipes, as famílias devem procurar sempre a Secretaria, para informar qualquer alteração”, alertou a Secretária.

Benefícios liberados 
A secretária de Desenvolvimento Social também informou sobre a liberação de 166 cartões, que estão na Caixa Econômica Federal (CEF), cujos beneficiários não foram retirar seus cartões. “Para facilitar esse trabalho de identificação, a Secretaria de Desenvolvimento Social enviou a relação nominada para cada Unidade Básica de Saúde, no sentido de informar às famílias que precisam dirigir-se a Caixa Econômica em busca de seus cartões”, finalizou.

DIÁRIO DO SERTÃO com Assessoria 

Tags:
BLACK FIADO

VÍDEO: Conheça a versão mais popular da Black Friday que agita o comércio de Cajazeiras durante 30 dias

DESTAQUES DA SEMANA

VÍDEO: Repercussão da entrevista de José Aldemir encabeça as polêmicas do Direto ao Ponto desta terça

PROGRAMA DE MÚSICA

VÍDEO: Confira as novidades que vêm aí na nova temporada do Acústico Diário com cantor cajazeirense

VÍDEO

Secretário responde a sindicato e diz que acusações contra prefeito de Cajazeiras podem parar na Justiça