header top bar

section content

VÍDEO: No 1º passo para revitalizar, equipes iniciam demarcação de área de preservação do Açude Grande

Durante esta semana, SUDEMA, Empaer e Polícia Ambiental estarão realizando a demarcação da Área de Preservação Permanente do Açude Grande de Cajazeiras

Por Jocivan Pinheiro

09/02/2021 às 17h28 • atualizado em 09/02/2021 às 17h34

As riquezas naturais do meio ambiente foram generosas com a cidade de Cajazeiras, no Sertão paraibano. Afinal, poucas cidades no Brasil podem se orgulhar de ter em pleno Centro um manancial secular que tem o mais belo pôr do sol do Nordeste.

É uma pena sabermos que ao longo da história esse patrimônio foi aos poucos sendo torturado. Para entender a grave realidade de hoje, precisamos voltar no tempo e recontar essa tragetória.

Construído em terras pertencentes a Vital de Sousa Rolim e Ana de Albuquerque, pais do Padre Rolim, as águas do Açude Epitácio Pessoa, popularmente conhecido como Açude Grande, matavam a sede da população indistintamente. Em 1915, a seca assolava a região e com o aumento populacional, o açude precisou ser ampliado, passando a ser o manancial que temos hoje.

Diante da desconexão entre preservação ambiental e desenvolvimento urbano, o Fórum Açude Grande, um movimento pela revitalização do manancial, conquistou um importante feito. Nesta semana, equipes da Superintendência de Administração do Meio Ambiente (SUDEMA), da Empresa Paraibana de Pesquisa, Extensão Rural e Regularização Fundiária (Empaer) e da Polícia Ambiental estarão realizando a demarcação da Área de Preservação Permanente (APP).

VEJA TAMBÉM: Fórum Açude Grande lança manifesto para que bancada paraibana no Congresso consiga emendas para revitalizar o local

Equipes de entidades do meio ambiente iniciam demarcação de APP do Açude Grande

O chefe do setor de geoprocessamento da SUDEMA, Jancerlam Gomes, conta que a delimitação é o primeiro passo e que o setor norte do açude será o mais contemplado pelo projeto.

De cima, vemos o quanto a construção civil ao longo da história desrespeitou o Açude Grande. Por isso, Jancerlam Gomes relata que os locais onde não há edificações receberão as principais intervenções nas etapas iniciais.

“A prefeitura já confeccionou marcas de concreto e a gente vai fixar essas marcas como delimitação dessa faixa de AAP”, frisou Jancerlam.

Açude Grande no Centro de Cajazeiras

Apesar de todas as agressões, o açude resiste, assim como os membros do Fórum Açude Grande, como é o caso do produtor cultural Júnior Terra.

“A gente acredita muito nesse sonho porque a Cagepa já tem um projeto para a primeira etapa, o governador está sinalizando, a sociedade civil se mobilizando e nós do Fórum temos esse papel de estarmos acompanhando”.

O ex-vereador Rivelino Martins ressaltou que, para realizar o sonho de ver o açude despoluído e com um parque linear, é necessário, em tempo hábil, “garantir emendas do orçamento federal para investimento na primeira etapa, que é justamente o saneamento, desviar todos os esgotos que hoje estão matando nosso açude”.

Uma das barragens do Açude Grande de Cajazeiras

Se toda trilha começa no primeiro passo, a caminhada pela realização do sonho dos cajazeirenses terá prosseguimento, é o que garante a professora Cleidismar Maria.

“É o cartão postal da cidade de Cajazeiras. É uma questão ambiental séria, muito grave. Essa área é onde Cajazeiras começou e onde tem um valor cultural muito forte”, frisou a professora.

DIÁRIO DO SERTÃO

BENEFÍCIO DO GOVERNO

VÍDEO: Chefe da 6ª Ciretran de Cajazeiras explica sobre anistia de débitos de licenciamento de motos

VOCÊ MERECE ESSE PRESENTE

VÍDEO: Ótica A Graciosa lança Esquenta Black com descontos arrasadores em peças e acessórios exclusivos

QUEDA DE BRAÇO

VÍDEO: IFPB recusa criação do IF Sertão, mas professor afirma que o projeto será votado no Congresso

OS CUIDADOS CONTINUAM

VÍDEO: Secretário executivo de Saúde da PB discorda em realizar carnaval 2022; “não é momento ainda”

Recomendado pelo Google: