header top bar

section content

VÍDEO: Prefeitura de Cajazeiras gastou uma média de R$ 17 milhões com servidores temporários em 2021

Os dados foram colhidos no Sistema Sagres, do Tribunal de Contas da Paraíba, e revelam que Cajazeiras mantém uma média de 328 cargos de confiança e 393 contratados por mês, com gasto estimado na ordem de 1,7 milhão por mês

Por Redação Diário

13/10/2021 às 19h08

O quadro Fiscalizando, veiculado no programa Olho Vivo, da TV Diário do Sertão, que vai ao ar de segunda a sexta, das 12h às 14h, realizou um levantamento estatístico-financeiro dos gastos realizados pelos municípios de Sousa e Cajazeiras, no período de janeiro a outubro de 2021, sobre os recursos públicos utilizados com pagamento de pessoal, especificamente no que diz respeitos aos cargos comissionados (de confiança) e os contratados por excepcional interesse público.

Os dados foram colhidos no Sistema Sagres, do Tribunal de Contas da Paraíba, e revelam que Cajazeiras mantém uma média de 328 cargos de confiança e 393 contratados por mês, com gasto estimado na ordem de 1,7 milhão por mês.

Já o município de Sousa possui uma média de 123 cargos de confiança e 325 contratados, com média de gastos de R$ 800.000,00 por mês.

VEJA MAIS: 

VÍDEO: Zé Aldemir é investigado por crime de peculato pelo MP e Delegacia de Combate à Corrupção da PB

Em dez meses de 2021, a prefeitura de Cajazeiras já gastou uma média de 17 milhões de reais com cargos de confiança e contratados, enquanto o município de Sousa, com população superior a Cajazeiras, gastou uma média de R$ 8.000.000,00 em igual período.

Análise. Foto: Reprodução da internet

O município de Sousa anunciou já poucos dias, a realização de concurso para suprir as necessidades das vagas dos servidores contratados, sendo que o Município de Cajazeiras já realizou concurso, entretanto está sendo alvo de investigação pelo Ministério Público da Paraíba, por não convocar os candidatos aprovados e, assim, manter as contratações.

O município de Cajazeiras chegou a realizar termo de ajustamento de conduta com o MPPB para realização de concurso, chegando o prefeito José Aldemir, sua esposa, deputada estadual Dra. Paula, à época secretária municipal de saúde, o ex-secretário de administração, Thyago Macambira e a ex-secretária de desenvolvimento humano, Gerlane, a ter seus bens penhorados para pagamento de multa pelo descumprimento do TAC.

DIÁRIO DO SERTÃO

LIÇÃO DE VIDA

VÍDEO: MC cajazeirense passa dificuldades por causa da pandemia e vende água no semáforo

RELIGIÃO

VÍDEO: Mestre em Ciências da Religião conta detalhes da vinda de Frei Damião ao Brasil e lembra 1ª missa

EM SÃO JOSÉ DE PIRANHAS

VÍDEO: Bolsonaro é recebido por apoiadores e entrega trecho final do Eixo Norte da transposição

SITUAÇÃO DELICADA

VÍDEO: Em Pombal, mulher sem comida em casa e com risco de perder a visão pede ajuda para tratamento

Recomendado pelo Google: