header top bar

section content

VÍDEO: Governo obtém licença ambiental e liberação do DNIT para executar a obra da João de Souza Maciel

Empresa que executa a obra em Cajazeiras terá que fazer sistema de tubulação para que a água da chuva não fique acumulada em uma área de terrenos planos

Por Jocivan Pinheiro

14/01/2022 às 18h15 • atualizado em 14/01/2022 às 18h19

O Governo do Estado recebeu licença ambiental e liberação do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) para continuar a obra de pavimentação asfáltica e ligação da Avenida João de Souza Maciel até a BR-230, em Cajazeiras.

De acordo com o engenheiro Antônio Morais, que administra o escritório do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) na região de Cajazeiras, a empresa que executa a obra terá que fazer um sistema de tubulação para que a água da chuva não fique acumulada em uma área de terrenos planos.

“No início nós constatamos que deveria ter uma obra de grande porte, que são os bueiros feitos de concreto e não tubulares. Tudo isso já foi resolvido e a firma agora está colocando máquinhas no acampamento para que esse serviço seja iniciado o mais rápido possível”, falou Morais.


VEJA TAMBÉM

Júnior Araújo confirma homologação para abertura e pavimentação asfáltica de avenida em Cajazeiras


Inicialmente a obra estava orçada em R$ 3 milhões, mas haverá um aditivo de pelo menos R$ 400 mil para implantar a tubulação de escoamento de água.

“Eu não sou o gestor dessa obra. Mas eu acredito que agora a obra desenrole e ande. Quem pode impedir é a força da natureza com as chuvas se tiver grande intensidade”, frisou Antônio Morais.

DIÁRIO DO SERTÃO

AVANÇO NA EDUCAÇÃO

VÍDEO: Prefeita Denise Bayma entrega nova fachada e duas novas salas na Escola Maria do Carmo Gonçalves

DIREITO

VÍDEO: Adoções podem ser feitas extrajudicialmente a partir dos 12 anos, explica advogado

DEBANDADA

VÍDEO: Deputado Taciano Diniz explica por que deixou a base do governador para apoiar Veneziano

CANDIDATOS OU NÃO?

VÍDEO: Radialista desabafa contra políticos paraibanos que insistem em tentar recursos na Justiça

Recomendado pelo Google: