header top bar

section content

Número de queimadas aumenta em Sousa e região; fogo se alastra às margens da BR 230 e trânsito fica lento

O Comandante do corpo de bombeiros declarou que o número de incêndios aumentou em toda região. Confira as fotos aqui

Por

02/09/2014 às 08h39

Incêndios aumentaram em Sousa e região (Foto: Diário do Sertão)

O Corpo de bombeiros foi acionado nos últimos dias para diversas ocorrências de incêndios em Sousa e região. A estiagem prolongada favorece o surgimento de queimadas, segundo os bombeiros. A vegetação seca e a baixa umidade do ar facilitam a propagação do fogo. 

No último fim de semana, os bombeiros combateram um incêndio de grandes proporções registrado às margens da BR 230 entre os municípios de Sousa e Aparecida. O fogo se alastrou por aproximadamente 5 km às margens da rodovia e a grande quantidade de fumaça comprometeu o trânsito que ficou lento por várias horas.

De acordo com o tenente coronel do Corpo de Bombeiros de Sousa, Carlos Jean Benício, declarou que o número de incêndios aumentou em toda região. “Estamos na famosa seca verde. Muitas vezes, agricultores usam a medida de queimadas para limpar terrenos, e na maioria dos casos o fogo se espalha se tornando um incêndio. É preciso que as pessoas fiquem atentas, pois as queimadas não são permitidas”.

No último dia 25  agosto deste ano, o Corpo de Bombeiros apagou um incêndio no Núcleo Habitacional III em Sousa no último sábado (22). As chamas atingiram várias plantações de coco.

Veja vídeo!

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:

Recomendado para você pelo google

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: Se reforma da Previdência não cortar privilégios, sociedade deve ‘gritar’ contra ela, diz padre

INFRAESTRUTURA

VÍDEO: Chuvas destroem ruas de Cajazeiras que não são pavimentadas e moradores cobram ação da Prefeitura

VETERANO DA MÚSICA

VÍDEO: Em Cajazeiras, cantor de renome nacional critica sertanejo universitário: “Virou uma baderna”

COBRA REAJUSTE DE 2018

VÍDEO: Sindicalista elogia Zé Aldemir por salário de professores, mas diz que felicidade é ‘entre aspas’