header top bar

section content

Prefeitura de Cajazeiras decreta novas medidas para atendimento em bancos e lotéricas devido à epidemia

Decreto proíbe alguns tipos de atendimentos presenciais, mas mantém outros liberados

Por Jocivan Pinheiro

23/03/2020 às 18h58 • atualizado em 23/03/2020 às 19h26

Prefeitura de Cajazeiras altera atendimento em bancos e lotéricas

A Prefeitura Municipal de Cajazeiras emitiu um decreto nesta segunda-feira (23) em que estabelece mudanças no atendimento e funcionamento das agências bancárias e similares; no funcionamento das indústrias e na circulação interna de veículos de transporte de passageiros.

O decreto proíbe o atendimento presencial nas agências bancárias, correspondentes bancários e similares e deixa a cargo das empresas adotarem medidas para atendimento do público sem comprometerem os serviços essenciais. Além disso, também estabelece regras para o auto-atendimento (caixas eletrônicos).

VEJA TAMBÉM

Coronavírus: Prefeitura de Cajazeiras decreta novas medidas para indústrias e transporte alternativo

No entanto, há casos específicos em que o atendimento presencial deve ser realizado. São eles: saque de Alvarás Judiciais, saque no INSS sem cartão, saque de Seguro Desemprego, Seguro Defeso sem cartão ou sem senha, saque de Bolsa Família sem cartão e senha, liberação de PIS/PASEP/Abono sem cartão e senha, desbloqueio de cartão e senha e todos os outros serviços que não se resolvam pelo meio de auto-atendimento.

As agências bancárias devem estipular horário agendado e local reservado para atendimento de pessoas enquadradas em grupo de risco e apresentar ainda meios que evitem filas, contato pessoal e/ou aglomeração de pessoas.

ACESSE AQUI O DECRETO COMPLETO

DIÁRIO DO SERTÃO

EM JOÃO PESSOA

VÍDEO: Filho de Cajazeirense destaca ações na secretaria e aponta medidas “duras” contra o coronavírus

ASSISTA EM CASA

VÍDEO: Diário News apresenta os problemas que uma quarentena pode causa na sua saúde mental

TV DIÁRIO DO SERTÃO

Olho Vivo – 27.03.2020

SAÚDE E ECONOMIA

VÍDEO: Vice-presidente da OAB-PB avalia as medidas econômicas tomadas pelos governos federal e estadual

Recomendado pelo Google:
Conteúdo Protegido!