header top bar

section content

Creches abandonadas no Sertão são alvos de denúncias na Globo; De R$ 700 mil resta R$ 2

Segundo o Ministério da Educação, dos R$ 700 mil depositados na conta da prefeitura de Catingueira, resta apenas R$ 2,00

Por

16/10/2015 às 19h06

Obra na única creche que deveria existir em Condado parou em 2011

A série “A obra parou. E aí?”, da TV Paraíba, que percorre o estado denunciando o descaso das autoridades públicas com relação a obras importantes que começam e não terminam, esteve em duas cidades da região de Patos, Sertão da Paraíba. Elas apresentam o mesmo problema: creches inacabadas e abandonadas.

Em Condado, a única creche que deveria existir na cidade está entregue aos morcegos. A obra estava prevista para ser inaugurada em 2011, mas os serviços pararam e até hoje o que se vê são paredes deterioradas e material de construção desperdiçado. “É nosso dinheiro jogado fora e ninguém faz nada”, lamenta uma moradora.

Em Catingueira a situação não é diferente. A creche que deveria ter sido entregue à população em 2009 não foi concluída e, o pouco que existe dela, está praticamente escondido no meio do mato, em um terreno baldio.

Uma auditoria do Ministério da Educação mostrou que dos 700 mil reais depositados na conta da prefeitura na época, resta apenas 2 reais. O atual prefeito diz que não sabe onde foi parar o dinheiro. Enquanto isso 50 crianças se apertam no pequeno vão de uma cozinha comunitária, enquanto outras 300 esperam a sua oportunidade.


 

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
ESTÁ NA CAPITAL DESDE 2015

EXCLUSIVO: Após três anos, lendário padre de Cajazeiras revela o que motivou sua ida para João Pessoa

AMOR E FÉ

ESPECIAL DE FÉRIAS: Crianças e adolescentes de Cajazeiras e Sousa abrilhantam programa na TV Diário

AUXILIAR DO TROVÃO

VÍDEO: Agora no Atlético-PB, ex-jogador do Corinthians está confiante em vaga no Brasileirão da Série D

SAÚDE & BEM-ESTAR

VÍDEO: Médico alerta para consequências do uso excessivo de alguns medicamentos no aparelho digestivo