header top bar

section content

Com nota de redação quase máxima, estudante do Sertão da PB comemora chance de fazer curso dos sonhos

Com uma ótima nota de redação, Débora Ayalla, de 19 anos, que é filha de professores aposentados, agora aguarda a abertura do SiSU e está confiante

Por Jocivan Pinheiro

03/04/2021 às 20h40 • atualizado em 03/04/2021 às 20h57

Débora Ayalla, de 19 anos, se prepara para cursar Letras

A estudante Débora Ayalla, de 19 anos, que mora na cidade de Coremas, no Sertão do Estado, chegou bem próximo de fechar a redação do ENEM com nota máxima. Seus 940 pontos na redação, somados às demais notas, podem garantir a ela a realização de um sonho.

Moradora da zona rural, Débora quer cursar Letras em universidade pública e ser professora de Português. Ela até consegiuu esse objetivo em 2020, quando se classificou para Letras no campus da UEPB de Monteiro, mas teve que desistir por não poder morar em cidades onde não há familiares para ajudá-la.

Com uma ótima nota de redação, Débora Ayalla, que é filha de professores aposentados, agora aguarda a abertura do SiSU e está confiante de que conseguirá cursar Letras em João Pessoa, onde possui parentes.

Além do sonho de ser professora de Português, Débora pretende publicar um livro (provavelmente um romance fictício) e assim entrar de vez no circuito literário como autora.

Seu sonho de ser professora de Português é tão grande que ela já dispensou cursos como Pedagogia, Enfermagem e Serviço Social.

“Desde os nove anos de idade eu costumo escrever histórias fictícias, sempre tive uma boa imaginação e sempre gostava de colocar minhas ideias em papel. Sempre gostei de escrever em diários, blocos de anotações etc. Em 2017, aos 16 anos, descobri uma nova paixão: os livros. Me encontrei nas histórias de fantasia, na leitura e me reencontrei na escrita”, relata a estudante.

VEJA TAMBÉM

Estudante de Cajazeiras tira nota 1000 na redação do ENEM e fica entre os 28 melhores do Brasil

Débora Ayalla tem um perfil literário no Instagram onde ela recomenda livros, publica contos e incentiva as pessoas a obterem o hábito da leitura.

“A leitura e a escrita apareceram para mim e mudou a minha vida por completo. Eu agradeço primeiro a Deus por ter me ajudado a conseguir uma boa pontuação, ao meu pai, que sempre acreditou em mim e sempre me incentivou, e aos livros por terem me despertado uma imensa paixão. A leitura transforma e nos leva a lugares imersos na imaginação”, ressalta a jovem.

DIÁRIO DO SERTÃO

GOVERNADOR NO SERTÃO

VÍDEO: João Azevêdo autoriza Restaurante Popular, entrega tomógrafo e visita obras em Cajazeiras e Sousa

DURANTE VISITA NO SERTÃO

VÍDEO:Governador responde sobre possível aliança de Veneziano com Cássio: “Prefiro acreditar no senador”

PEDIDO DE SOCORRO

VÍDEO: Há 7 meses sem repasse da prefeitura, ONG que protege animais pode fechar as portas em Sousa

ACUSAÇÕES

VÍDEO: Carlos Antônio rompe o silêncio e alega que Denise perdeu eleição porque Zé Aldemir comprou votos

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!