header top bar

section content

Dormir menos de 7 horas por noite tem sérias repercussões graves em nosso corpo: aqui estão algumas

Dormir menos que o recomendado (7 a 8 horas em média) ou acordar diversas vezes durante a noite pode ser muito prejudicial para a saúde.

Por Cura pela Natureza

17/04/2019 às 08h09 • atualizado em 17/04/2019 às 08h13

Os perigos para a saúde por dormir pouco

É tão gostoso chegar em casa depois de um dia cheio de trabalho e dormir um sono profundo, não é?

No entanto, mais que relaxar e renovar as energias para o dia seguinte, o sono tem ainda diversas outras funções essenciais para o nosso organismo.

Dormir menos que o recomendado (7 a 8 horas em média) ou acordar diversas vezes durante a noite pode ser muito prejudicial para a saúde.

A falta de sono pode:

1. Acelerar o ganho de peso

A falta de sono aumenta os desejos e muitas vezes leva a decisões alimentares ruins.

Fazer refeições insalubres (nada saudáveis) e muito calóricas para compensar um déficit de energia no metabolismo seria uma das principais causas de obesidade identificadas por pesquisadores da Universidade do Texas.

2. Diminuir a concentração

Privar o corpo da necessidade recomendada de sono gera um consequente impacto nas faculdades cognitivas, principalmente na memória e na concentração.

Pesquisas revelam que a falta de sono impede que o cérebro veja claramente quando precisa se concentrar, e isso se reflete em nossa capacidade de realizar as tarefas mais simples.

Geralmente esse problema é observado entre os jovens que passam noites sem dormir.

3. Diminuir a libido

Responsável pelo desejo sexual, a testosterona é um hormônio que o corpo produz principalmente durante o sono.

Assim, horas insuficientes de sono impedem sua produção, levando a uma diminuição da libido.

Isso se aplica particularmente a disfunções eréteis que causam grande impacto na satisfação sexual do indivíduo.

4. Causar depressão

De acordo com um relatório publicado pelo Journal of Affective Disorders, os pesquisadores descobriram que os insones são duas vezes mais propensos do que as pessoas com sono regular a desenvolver um estado depressivo.

Estudos confirmam essas observações e chegam até mesmo a considerar o tratamento para insônia como um passo importante no tratamento contra a depressão.

5. Provocar isolamento e solidão

As pessoas que não dormem o suficiente são mais propensas a sentirem-se sozinhas e isoladas das outras.

Isso se aplica particularmente aos jovens que se encontram presos em um círculo vicioso.

De fato, a falta de sono afeta suas relações sociais e as consequências disso afetam sua capacidade de dormir.

6. Aumentar o risco de doença cardiovascular

Pesquisadores observaram que pessoas que são insones ou não dormem o suficiente durante a noite sofrem de pressão arterial e frequência cardíaca mais altas.

Eles concluíram também que a falta de sono levaria a uma alta concentração de proteína C-reativa, que representa um importante marcador de distúrbios cardiovasculares.

7. Levar a irritabilidade

A falta de sono está associada ao aumento da irritabilidade diante de eventos cotidianos.

De acordo com os pesquisadores, noites incompletas de sono exacerbariam reações negativas e diminuiriam o impacto de acontecimentos positivos no cérebro.

8. Reduzir a eficácia do sistema imunológico

É descansando que o corpo permite que seu sistema imunológico recupere a força para agir com eficácia.

É óbvio que, quando uma pessoa não desfruta de um sono reparador, as defesas do corpo são reduzidas instantaneamente.

De acordo com estudos, a redução na resposta do sistema imunológico já seria observada imediatamente após uma noite de sono incompleta.

Fonte: Cura pela Natureza - https://www.curapelanatureza.com.br/post/04/2019/dormir-menos-de-7-horas-por-noite-tem-serias-repercussoes-em-nosso-corpo-aqui-estao

Recomendado para você pelo google

ESPECIAL DE PÁSCOA

VÍDEO: TVDS exibe programa ‘Mensagem de Fé com Frei João Batista’ em especial de Semana Santa

FÉ E DEVOÇÃO

Sexta-feira Santa em Cajazeiras é marcada por várias celebrações religiosas e grande número de fiéis

SAÚDE

VÍDEO: Xeque Mate fala sobre a obesidade e médica endocrinologista tira dúvidas sobre a doença; Veja!

SEMANA SANTA PARA OS EVANGÉLICOS

VÍDEO: Pastor fala sobre significado da Páscoa para os protestantes: “É o sacrifício e a libertação”